Degravando João Pedro “Stalinde”

Caros amigos

João Pedro “Stalinde”, jurássico comunista e agitador, capo di tuti capi do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST), revela, em vídeo, que, em conferência da “Frente Brasil Popular”, onde estiveram reunidos (com que dinheiro??), em São Paulo, representantes de 88 movimentos populares e de partidos políticos da base de apoio ao crime organizado, digo, ao PT, foi analisado o “golpe” que impede Fernandinho Beira-Mar, digo, Lula da Silva, de candidatar-se à Presidência da República.

Da conferência ficou decidido, entre outras coisas, que, nos dias 22, 23 e 24 de janeiro, em Porto Alegre e em Curitiba, serão organizadas grandes manifestações em frente aos órgãos da Justiça Federal para dizer ao Poder Judiciário que, para os fantoches, digo, para os integrantes do MST, eleição sem Marcola, digo, sem Lula da Silva, é fraude!

Ficou decidido também que, em 8 de março, haverá passeios turísticos para as “margaridas”, por todo o Brasil, para que elas possam depredar o patrimônio público e privado e, assim, reafirmar seu direito a manifestações sem saber para quê ou contra o quê. Os recursos para esse evento, imagino, devem estar guardados na “poupança do MST”, generosamente alimentada com dinheiro público enviado para as ONG que fazem “filantropia” nos acampamentos da guerrilha, digo, do MST.

Do final de março e até junho, serão realizados “Congressos do Povo” em TODOS os 5.570 municípios do Brasil, seguidos de outros, estaduais, nos quais serão discutidos e levantados os “principais problemas brasileiros”, “quem são os culpados” e “qual é as saídas” (sic) para eles! Aí ficam as perguntas: De onde sairão os recursos para tudo isso? Daquela “poupança solidária”? Onde será que eles estiveram nos últimos 15 anos? – Deve ter sido em Marte, porque, até na lua, já se sabe quais são os problemas, quem são os responsáveis e que a solução é manter o PCC, digo, o PT e seu aliados longe do erário e colocar o Gegê do Mangue, digo, Lula da Silva, na cadeia!

Prosseguindo nas suas revelações, nos diz “Stalinde” que ainda haverá recursos para reunir, no final de julho, 120 mil oportunista, enganadores e inocentes úteis de todo o Brasil, no Maracanã (!!!) para “discutir” um projeto para o País, isto é, um plano para que a ORCRIM reassuma a chave do cofre! A efeméride deverá ser incluída na pauta do “Fantástico”, porque será realmente fantástico e instrutivo saber como 120 mil pessoas irão “discutir” e “concluir” por “um” projeto para o Brasil! Com certeza o Chico Buarque estará presente, será o controlador dos debates e fará um mega e bem remunerado show!

Depois disso, eles abraçarão a candidatura do Isaias do Borel, digo, do Lula da Silva à Presidência da República, porque ele representa a “simbologia da classe trabalhadora” e para que, tendo sucesso na manobra, sejam revogadas todas as medidas adotadas para tirar o Brasil do caos em que, com tanto trabalho e esforço, o PT e seus comparsas conseguiram colocá-lo.

2018, segundo “Stalide” e seus acumpliciados, será, “democraticamente”, o ano da “luta de classes” e da “retomada do desenvolvimento” do Brasil (sic) em direção ao fundo do poço! Temos que estar preparados para essa luta, mesmo que em inferioridade de recursos, porque somos maioria e, democraticamente, a maioria (nós) sempre vence!

As propositadas confusões que fiz com os nomes e apelidos dos criminosos citados, todos réus condenados pela justiça brasileira em primeira e segunda instâncias e, como tal, sem condições para candidatar-se a cargo político, servem para mostrar o grau de absurdez inserido na tentativa de interferir no curso da justiça através da intimidação da maioria e dos magistrados.

Em 24 de janeiro de 2018, o julgamento e a condenação de Lula da Silva em primeira instância deverão ser confirmados e ele será, para desespero de “Stalinde” e caterva, incorporado oficialmente à relação dos impedidos!

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Publicado em Atualidades | 6 Comentários

A fratenidade “robinhoodiana”

Caros amigos

A fraternidade é um sentimento de afeto próprio dos irmãos de sangue. É o laço de união entre os homens, fundamentado no respeito à dignidade e na igualdade de oportunidades, direitos e deveres.

Ela inclui o respeito às diferenças individuais e coletivas e a valorização do potencial e do progresso dos mais capazes como meios de promoção da solidariedade, da “justiça social” e da caridade.

“O respeito ao produtor de riqueza é o começo da solução da pobreza” (Roberto Campos). Erram, portanto, aqueles que, por inveja e incompetência, pregam a fraternidade “robinhoodiana”, tomando dos ricos para dar aos pobres.

Robin Hood “é tido como o primeiro homem que assumiu ares de virtude por fazer caridade com dinheiro que não era seu, por distribuir bens que não produzira, por fazer com que terceiros pagassem pelo luxo de sua piedade”.

Esta forma de “fraternidade” promove não mais do que a distribuição da miséria, o fim do livre arbítrio, o nivelamento por baixo das capacidades individuais e coletivas e a estagnação do progresso.

Não é por outra razão que a doutrina comunista atrai tantos vagabundos, invejosos e incompetentes, isto é, os que, não tendo tudo o que gostariam de ter, tudo fazem para tomar de quem tem ou, no mínimo, tudo fazem para que ninguém tenha!

Gen Bda Paulo Chagas

Publicado em Atualidades | 3 Comentários

A SERVIDÃO do homem público

Caros amigos

O General Leovigildo de Paiva, após sua participação na Campanha do Contestado (1912), condensou, em poucas palavras, o sentido da SERVIDÃO: “No serviço da Nação, o sacrifício é um gozo”!

Para o soldado esse serviço é como um sacerdócio onde os exemplos do Cristo Jesus são fundamentos e princípios de vida, uma vez que “o Filho do Homem não veio ao mundo para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em favor de muitos”.

O Cristo sabia que a sua missão era a de ser útil aos seus liderados, de facilitar-lhes o encontro do bom caminho e de transformá-los em “servos”.

E ser servo de Deus ou da Pátria NÃO significa subserviência ou escravidão, mas senso de dever, de motivação e de lealdade sem qualquer propósito de ganhar algo em troca além da satisfação do dever cumprido. “Nada me devem; cumpri apenas o meu dever”!

O poder e a fortuna não podem, portanto, estar incluídos no espectro das ambições que levam um cidadão a dispor-se a incursionar na vida pública ou militar.

Servir e NÃO servir-se ou ser servido deve (ou deveria) ser o norte dos homens e das mulheres que recebem mandatos para exercer cargos legislativos e executivos!

Um militar refere-se ao local onde desempenha suas funções como o lugar onde SERVE, porque o seu trabalho é o serviço da Pátria!

É como enxergo e interpreto a SERVIDÃO do homem público.

Gen Bda Paulo Chagas

Publicado em Atualidades | 6 Comentários

A inferioridade da Suprema Corte

Caros amigos

Um amigo me disse que Gilmar Mendes é um mal necessário porque é o contraponto de Luís Roberto Barroso. Isso é muito bom na medida em que caracteriza a inexistência de unanimidade no STF.

Realmente, seria catastrófica a junção da má fé, da inépcia, do comprometimento político ideológico, do compadrio, da insegurança, da vaidade e da ambição pessoal com a unanimidade!

Os placares discordantes de 5 a 6 e outros nos dão a esperança de podermos contar, pelo menos, com o contraditório para atenuar a capacidade de ser leniente com a corrupção e de fazer lambança demonstrada por seus ministros e pelo conjunto da corte.

O Brasil é, seguramente, maior do que a inferioridade da sua Constituição e da sua Suprema Corte e, graças a Deus e aos bons brasileiros, sobreviverá à utopia e a todos os seus vícios e vedetismos e assistirá ao retorno da sabedoria, da isenção e do bom senso ao palco maior da Justiça.

Gen Bda Paulo Chagas

Publicado em Atualidades | 7 Comentários

Lula da Silva, um “político criminoso” e não um “criminoso político”

Caros amigos

Lula da Silva e seus sequazes, perseguindo a impunidade do líder, apostam no acovardamento das instâncias inferiores e no acumpliciamento das altas cortes do judiciário e, para isso, contam com a ignorância, com a bonomia e com a boa quantidade de inocentes úteis ainda existentes no conjunto da sociedade, assim como com a extensa parcela de corruptos que ainda sobrevive sob o abrigo acolhedor do “foro privilegiado” à espera do precedente a ser criado pela pretensa inimputabilidade do “herói das massas”, o bem aventurado “pai dos pobres”.

Baseiam sua argumentação na surrada, mas ainda útil e vigente, estratégia do “politicamente correto”e contrapõem uma alegada vontade popular à lógica da justiça.

Tentam transformar em perseguição política a acusação e a condenação por enriquecimento ilícito através da prática do crime de corrupção e jogam todas as suas fichas na resposta negativa à pergunta básica: “Seria correto tirar da vida pública e colocar na cadeia um criminoso que é idolatrado por uma parte ainda significativa da sociedade?”

Absurdamente, querem fazer crer que é “politicamente incorreto” condenar os ídolos, sejam eles assassinos, corruptos, ladrões, estuprados ou o que for!

Para entender a alegação, basta substituir Lula por Virgulino Lampião, o “rei do cangaço”, o bandoleiro assassino do sertão nordestino que, na cabeça de boa parte do povo, foi um herói rebelado contra o coronelismo opressor, basta lembrar de Ernesto Che Guevara, um psicopata assassino, perdoado pela idolatria à sua imagem.

Para o bem do Brasil e das próximas gerações, é preciso que todos se convençam de que Lula é, de fato, um “político criminoso”, correta e justamente condenado pelo crime de corrupção, e não um “criminoso político” ideologicamente perseguido por crime de opinião!

Gen Bda Paulo Chagas

 

Publicado em Atualidades | 2 Comentários

Deus, Família e Amor

Caros amigos

Não sei se foi Deus que criou o homem ou se foi o homem que chamou a natureza de Deus e o criou. Nada disso interessa. O que interessa é que Deus, na cabeça e no coração das pessoas, tendo o nome que tiver, é unanimemente, AMOR!

DEUS É AMOR! E nós, que cremos Nele como algo necessário em nossas vidas, usamos o poder aglutinador, magnânimo, fraterno, caridoso e conciliador da Sua Palavra para orientar as nossas atitudes pessoais e sociais, para regular e disciplinar o nosso relacionamento com o próximo.

Esse relacionamento inclui a preciosa, necessária e natural união entre homens e mulheres que, compondo o grupo social que chamamos de FAMÍLIA, é, ou deveria ser, não fossem as imperfeições congênitas do ser humano, a célula mater da vida!

O Casamento, na minha religião é um sacramento que deve ser celebrado como consequência do amor!

Aprendi, por vivência e bons exemplos, e tenho dito para quem quiser ouvir, em particular para as minhas filhas, que, mais importante do que a formalização do sacramento, é a constituição de uma FAMÍLIA.

E a melhor forma para entendermos essa prioridade é a leitura de que Deus é Amor e “o que Deus une o homem não separa”, ou seja, um casal unido pelo amor só se separa quando permite que o Amor saia das suas vidas.

Gen Bda Paulo Chagas

Publicado em Atualidades | 5 Comentários

A gauchada e o TRF-4 não se intimidarão!

Caros amigos

No dia 24 de janeiro, graças à vontade de Deus e à justiça dos homens, terá início a revisão do julgamento de Lula da Silva pela 8ª Turma do TRF 4, de Porto Alegre.

Luiz Inácio – considerado em 1ª instância como um dos maiores estelionatários da história deste País, aquele que iludiu mais da metade da população e que obteve vantagens ilícitas para si e para os seus escondido atrás da imagem de “homem mais honesto do planeta” – será julgado em segunda instância e, se Deus quiser, terá sua pena homologada ou até agravada.

O Brasil, dessa forma, encerra o corrente ano cansado, decepcionado, mas esperançoso, de cabeça erguida e de olhos abertos, mirando o seu tão prometido e negligenciado “futuro”.

O julgamento e a condenação do ilusionista chefe, do mentiroso mais descarado de todos os tempos, será um marco revolucionário na nossa vergonhosa história política, porque assinala uma mudança significativa no comportamento do seu povo, a principal vítima desse mecanismo criminoso.

Os aliados e comparsas do condenado, vendo o poder e a impunidade escorregar entre seus dedos, manifestam seu desespero e convocam os mercenários de sempre – vândalos e terroristas – para um “passeio” a Porto Alegre, no dia do julgamento, visando, logicamente, a tumultuar a ordem e a tentar intimidar a corte.

É obvio que isso deverá ocorrer às expensas dos recursos desviados dos cofres públicos durante 13 anos de libertinagem, fraudes e corrupção.

A primeira convocação foi feita em vídeo por um Senador da República cujo nome aparece no “Dicionário Informal da Língua Portuguesa”(*) como “termo usado para definir políticos grosseiros, com tendência agressiva e sem educação” e tendo como sinônimos as expressões “mal educado e grosso”.

Guardo a certeza de que a gloriosa Brigada Militar do Rio Grande do Sul saberá assegurar a ordem na capital dos gaúchos e que a corte permanecerá isenta e impoluta diante do clamor comprado a sanduiches e a promessas sem sentido.

Mas guardo, principalmente, a convicção de que a esclarecida gente da terra que adotei como minha de coração e que abriga em seu solo acolhedor os antepassados da minha família não se intimidará e, de forma ordeira e resoluta, representará e assegurará o cumprimento da verdadeira vontade nacional.

Serão novas façanhas a servir de exemplo a toda terra! Eles não passarão! E que viva o Rio Grande!

Gen Bda Paulo Chagas

(*) http://www.dicionarioinformal.com.br/requi%C3%A3o/

Publicado em Atualidades | 9 Comentários