Zé Dirceu, o pau que nasceu torto!

Caros amigos

“Não vão prender minha consciência”. Assim se expressou o incorrigível delinquente Sr José Dirceu a respeito de sua condenação, prolatada pela mais alta corte do Brasil em julgamento transmitido, de forma transparente, ao mundo inteiro e cuja pena passou a cumprir desde ontem!

A ovação da militância, quando de sua entrada na prisão, demonstra a conivência do seu partido com o delito e com o seu grande mentor, que, além de acusar “as elites” pela “injustiça” de que se diz vítima, ainda deu mais provas de culpa ao sugerir que o chamado mensalão mineiro seja julgado com o mesmo rigor com que foi o do PT, como quem diz: “Por que só nós?”.

Lula da Silva, poupado pela lealdade de seus asseclas, não se furtou de ligar a ele e ao outro José, o Genoíno, para dar-lhes apoio e demonstrar sua eterna gratidão! Continuam, portanto, a imaginar que “quadrilheiros unidos, jamais serão vencidos”!

Em carta aberta, divulgada em seu blog, diz o incoerente Dirceu que a Suprema Corte – mesmo composta por uma  maioria de Ministros indicados por seu partido – violou suas “garantias individuais”, qualificando o julgamento como de “exceção e político”, acrescentando que, “como sempre” (sic), vai cumprir o que manda a lei! Será que ainda tem gente que acredita nesta obra prima da grande hipocrisia?

Diz o Zé em sua a carta que foi condenado sem provas em um processo que durou oito anos (!) e num julgamento cuja cobertura da imprensa mundial ele qualificou de “linchamento” – o que caracteriza a sua conhecida ojeriza à transparência e à liberdade de imprensa.

Chama as hiperfaturadas contrapartidas em serviços de propaganda, recebidos da Visanet, de “provas categóricas” da lisura de suas “tenebrosas transações”. Nega que votos de parlamentares foram comprados porque não havia “evidências concretas”, alegando que eram “apenas” o pagamento de “acordos eleitorais”. Ou seja, ele não nega a autoria dos delitos mas, simplesmente, alega que não conseguiram prová-los!

Diz ainda que sua vida política foi integralmente dedicada ao Brasil e à democracia, só não revela que sempre os quis igualados a Cuba e a seu regime de liberdades. Atribui, pateticamente, sua condenação a uma tentativa de julgar a luta e a história da esquerda, do PT, seus (des)governos e seu projeto político, só não refere que estes são os responsáveis pelo descrédito internacional, pela bancarrota econômica, pela impunidade e pelo desrespeito à vida e à propriedade dos cidadão brasileiros, entre outras tantas mazelas, aí incluído, logicamente, o seu “mensalão”!

Antes de concluir sua mensagem, intitula-se “preso político por pressão das elites”! Quais elites? As que o remuneram por falcatruas e milionárias “consultorias”, ou as que por formação ética e moral não aceitam ser enganadas e roubadas descaradamente por malfeitores como ele, Genoíno e seus demais comparsas?

Conclui a missiva afirmando que continuará, por todos os meios, a combater por suas causas. De acordo com sua ficha criminal, já podemos imaginar a natureza do combate e dos meios e as causas por que continuará a empenhar-se.

Como diz o ditado popular, “pau que nasce torto, morre torto”!

PChagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s