O grito de “BASTA”, 50 anos depois!

Caros amigos
A democracia no Brasil, salva da sanha totalitária de comunistas como a Sra Dilma Rousseff, garante, ainda, a todos os brasileiros o direito de pensar, querer, falar, defender suas ideias e anseios e de manifestar-se ordeiramente nas ruas!
A iniciativa da sociedade, em 1964, livrou a Nação de um regime que, para impor-se e manter-se em outros países, condenou à morte milhões de pessoas, em condições e circunstâncias que só as mentes mais deturpadas podem imaginar e executar.
A Sra Dilma e seus camaradas, mais estudados no regime que abominam, voltam a ameaçar a liberdade no Brasil e, explorando as vulnerabilidades próprias da democracia, mais uma vez, tentam a conquista de seus objetivos.
Buscando imobilizar os militares, seus mais temidos adversários, eles repetem o processo de aliciamento e de alienação mental e moral de parte da Nação, recontam unilateralmente a história e passam aos que não viveram a realidade de outros tempos uma imagem demoníaca das Forças Armadas!
A sociedade brasileira, pacífica, acomodada, parcialmente contaminada ou descrente da virtude, não se deve deixar levar pelo pessimismo dos que dizem que não há o que fazer, embarcando na onda do “está tudo dominado”, porque a conta por todas as concessões que até agora fez aos corruptos, aos fanáticos da utopia e à ignorância coletiva lhe será inexorável e dolorosamente cobrada.
As eleições deste ano são a última oportunidade da Nação para dar um basta institucional à corrupção, à incompetência, à mentira, à insegurança pública, à deseducação de jovens e crianças, aos impostos escorchantes, ao roubo, à malversação dos recursos públicos, à impunidade, ao desrespeito à propriedade privada, ao Foro de são Paulo, enfim, ao caos generalizado que a passos largos ameaça o futuro que queremos para o Brasil.
Em outubro, pensando em tudo isto, os homens e mulheres de bem deste País devem cumprir o seu dever cívico e comparecer em massa aos postos eleitorais, mesmo que o façam com fundada desconfiança, e ratificar seu repúdio à obra dos corruptos, votando em mudança, sem omissões!, sabendo que os votos nulos e em branco beneficiam a “situação” e facilitam a fraude.
As eleições são uma passagem obrigatória para enxotar o PT do tabuleiro. Depois delas, independente dos resultados, é que uma nova fase de luta pela recuperação do Brasil e da democracia terá início.
O grito uníssono de “BASTA”, que tomou conta do País há 50 anos, deve repetir-se vitorioso nas urnas e encontrar, outra vez, eco, acolhida e garantia nas instituições que nunca faltaram à Nação em seus momentos de crise, perigo, desespero ou desgraça.
Tenho fé no que é justo e não vejo, ainda, motivos concretos para trilhar outro caminho…
Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O grito de “BASTA”, 50 anos depois!

  1. lourival costa ramos disse:

    COMO É BOM LER MATÉRIA DE UM PATRIOTA, AO REVELAR O ATRASO DO COMUNISMO, MASCARADO SOB O TITULO “SOCIALISMO”.

  2. Ricardo Alvares disse:

    Espero que um dia um general como o senhor seja candidato.
    Só com um patriota nosso país pode andar para frente em vez de só estacionar em ideologias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s