Intervenção militar?

Caros amigos

Tenho recebido muitas mensagens de pessoas, muito justamente preocupadas com o futuro do País, sugerindo uma intervenção militar na política brasileira.

Sinto muito, por mim e por todas essas pessoas, mas a situação que estamos vivendo hoje no Brasil foi construída pelos brasileiros, por livre e espontânea vontade, por que então teriam os militares que por ordem na casa, contrariando o que a maioria dos brasileiros, aparentemente, quer?

Lula venceu as eleições e tomou o poder dos Tucanos com as mesmas urnas eletrônicas que se suspeita, desde sempre, que sejam fraudáveis. Por que FHC não fez o seu substituto? Será que não sabia fraudar urnas ou não sabia que eram fraudáveis?

Tudo que está sendo feito para o mal do Brasil é constitucional ou está sendo aceito como tal pelas Casas que representam o povo. Na Democracia Representativa, em princípio, isto é a vontade da maioria. As instituições, bem ou mal, estão funcionando – aparelhadas, é bem verdade.

Está tudo uma droga, mas dentro da lei, caso contrário o MP, a OAB e outros fiscais da lei já teriam tomado providências. Porque não o fazem? Aparentemente estão todos achando tudo muito bom! Por que então os militares, ao arrepio de tudo isto, apenas porque ostentam as armas do Estado e representam o argumento da força, iriam tomar conta da Nação? Que instituições, entre as tantas que temos, ficariam do lado do golpe?

Democracia é o mesmo que religião – não basta ser batizado – tem que ser professada. Há que se acreditar, ter fé e praticá-la. Vejo muitos católicos, como eu, maldizendo a Deus quando morre um familiar ou amigo próximo, jogando no lixo a crença na promessa de uma outra vida, ao lado do Pai, na qual juravam crer até o dia anterior!

O mesmo acontece com muitos democratas quando os seus candidatos não são eleitos ou as suas convicções não são as mesmas da maioria, comprada ou não!

Da mesma forma, serve de exemplo a “Parábola do Semeador” que põe em relevo a ação de semear a Palavra por toda parte, não importando o terreno que acolhe a semente. Quando há “terra boa” a palavra é ouvida e compreendida, a semente frutifica. Apesar dos obstáculos (pássaros, terreno pedregoso, espinhos), no final, a colheita é sempre abundante.

Por que a direita não semeia o que é direito até que se esgotem os recursos da democracia? Será que o medo de declarar-se de direita ou conservador tomou conta de nós e nos impede de semear seus ideais?

A esquerda conseguiu, com a ajuda da nossa omissão, fazer com que seja politicamente incorreto declarar-se de direita ou conservador. A solução mais simples parece que passa a ser chamar os militares e escudar-se atrás deles – não dá trabalho e é mais seguro para garantir os interesses frustrados.

Seria muito bom também se aproveitássemos a lição deixada pela humilhante derrota futebolística,  se assimilássemos os ensinamentos e colocássemos em prática as reais medidas de salvamento da Pátria que se fazem necessárias, e que estão ao nosso alcance, antes de querer transferir a responsabilidade e a iniciativa para os outros.

Em 1964 houve uma decisão manifestada pela maioria, ou se dava o golpe ou se sofria um golpe, e hoje? Onde está a maioria que apoiará o golpe militar?

Não descarto, é lógico, a intervenção, mas repudio o golpe para salvar os acomodados. Intervenção, em qualquer caso, justificada ou não, é uma agressão à lei!

É preciso, portanto, antes de mais nada esgotar os recursos da democracia para, só então, se for o caso, apenas aplaudir os Salvadores da Pátria, porque eles não precisarão ser chamados, eles conhecem a voz do dever e não lhe faltarão!

Gen Bda Paulo Chagas

Nenhuma ditadura serve para o Brasil! – Grupo Ternuma

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

33 respostas para Intervenção militar?

  1. Marcos Janczeski disse:

    Em muito posso concordar com o senhor, mas as propostas que apresentaram em campanha não são exatamente as que estão sendo implementadas e o senhor sabe disso. Os eleitores estão sendo constantemente traídos pelos eleitos em sua quase totalidade, e o senhor sabe disso. Dizer que a culpa é da Nação é injusto. Não há cidadão que tenha votado pedindo que fizessem o que estão fazendo. Sempre defendi a ideia de lutar por um Brasil melhor, mas a quem recorrer quando a corrupção é generalizada? O senhor sabe que os governantes usam o sistema para manter o povo escravo e ignorante para que possa explorar de maneira inescrupulosa. E esta Nação, agora vejo, não tem quem a defenda. A única esperança que me restava eram os senhores e pelo seu dizer devo abandoná-la. Então, boa sorte pra quem fica porque eu não quero mais fazer parte disso. E eu que achei que o tranco ia ser forte… como sou tolo!!! Lamentável um país tão rico ser o mesmo onde vive uma Nação tão pobre.

    • Caro Marcos, a sua avaliação da qualidade dos nossos políticos eleitos está correta. A prova disso é o que tememos que aconteça em futuro não muito longínquo. O que não podemos negar é que fomos nós que os elegemos, aí incluídos os militares, que são povo e eleitores. Há alguns dias tive que dizer, com todas as letras, a um outro amigo, que praticasse a leitura e a interpretação de textos, pois não encontro no texto onde foi que eu disse que a Nação não tem quem a defenda!
      Obrigado pelo comentário.
      Forte abraço.
      PChagas

      • Marcos Janczeski disse:

        Eu não lhe atribuí a afirmação de que nossa Nação não tem quem a defenda. Esta é uma avaliação minha. Minha capacidade de leitura e interpretação vai bem, obrigado!

  2. Primeiro é uma honra ter conhecido o seu site General, eu tive que reler o seu texto diversas vezes pelo choque que me causou. as forças armadas são a esperança de uma nação, que infelizmente no brasil não é valorizada devido a tanta veneno que foi destilado nas escolas e universidades.
    Eu entendi a mensagem do senhor, mas como vamos fazer se as instituições democráticas foram compradas, e os meios legais estão praticamente corrompidos, por isso o nosso voto não vai mudar nada; fico temendo dia a dia o mst querer invadir e tomar o que minha família conseguiu com tanto esforço, temo sermos mortos como em tantos vídeos da internet onde os comunistas aniquilam as pessoas. queria muito que o povo novamente clamasse pela intervenção pois com um governo querendo comandar tudo, desmilitarizar a polícia, censurar a mídia, logo estaremos em um ambiente pior que a Venezuela e temos pelo futuro de meus irmãos recém nascidos que não vão ter uma chance de vida. minha fé está em deus e nas forças armadas, espero que caso o brasil sofra um caos como na Venezuela, vocês estejam ao nosso lado, pois eu estarei ao lado de vocês dando minha vida se for preciso pelo futuro do país e de minha família.

    • Caro Rodrigo, a minha mensagem retrata o que penso e o que sei. O seu receio é compartilhado por todos os brasileiros minimamente informados e instruídos, neste grupo encontram-se os militares brasileiros. Em todos os países onde o que nós tememos aconteceu, as FFAA foram cooptadas ou tomaram parte ativa na prática criminosa. No Brasil isto não acontecerá. Veja que os militares mantém-se disciplinados, obedientes ao princípio da autoridade, mas alheios a qualquer conchavo com os detentores do poder e seus planos bolivarianos, daí, eu insistir no esgotamento de todos os recursos legais, mesmo que estejam sob justificada suspeita, pois, se for o caso, de haver uma intervenção, esta tem que ter o respaldo de ser, realmente, o último recurso da Nação!
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço.
      PChagas

  3. João silva disse:

    O DECRETO 8243 E INCONSTITUCIONAL ESTAMOS A BEIRA DO COMUNISMO. https://www.youtube.com/watch?v=j7ODeRSUFDs
    General Paulo Chargas o exercito,marinha e aeronaltica vai tomar alguma posição em caso se esse decreto for aprovado? Seria uma passagem para o Comunismo no Nosso País.Essa Politica esta sujando a bandeira do Brasil.Esparamos que as Forças armadas estejam prontas.

    • Caro João, este decreto atinge diretamente a estrutura hierárquica das FFAA, isto significa que, no canal de comando, algo deve ter sido dito, de forma a alertar para a sua inconveniência em todos os casos. Não posso afirmar sobre o que não sei, mas posso concluir pelo deve ter sido feito.
      Abraço
      PChagas

  4. jeff disse:

    QUERO ATRAVÉS DESSE MEIO expressar UM POUCO DO MEU PENSAMENTO E PEÇO QUE ME CORRIJA SE ACHAR QUE ESTIVER EQUIVOCADO.
    CREIO EU QUE E GRANDE PARTE DESSE PESSOAL FORMOU UMA GRANDE MILITÂNCIA DENTRO DO MP,STF DA OAB, ENTRE OUTROS Núcleos ASSIM esses fiscais das leis estejam corrompidos, por que sabemos grande parte do núcleo não tem moral e como militar sabemos “que se sua moral é fraca é fácil de corromper”. TALVEZ EU ESTEJA FALANDO UMA BESTEIRA MAS PEÇO QUE ME CORRIJA SE ESSE MEU PENSAMENTO É INCOERENTE. TENHO POR MIM QUE DEPOIS DO Fracasso Das GUERRILHAS E DE “BATER” DE FRENTE COM A Intervenção MILITAR PARTE DESSA CÚPULA SE INFILTRO EM SINDICATOS,JORNAIS,REVISTA,UNIVERSIDADE, ENTRE OUTROS MIL,TALVEZ ATE MESMO DENTRO DAS FORÇAS ARMADAS.ELES Depreciam A FFAA E TUDO QUE SE o poie A ESSE ATUAL GOVERNO, demonizaram os militares e a oposição quero dizer o que sobro.e na coloca na cabeça da sociedade enfiam ideias marxistas/comunista cegando a sociedade assim tornando impossível a formação de cabeças pensantes. como já disse anterior mente para o senhor faço curso vestibular e somos obrigados a engolir historias absurdas, minha formação foi em escola publica todas as escolar publicas o que prevalece e a formação de pessoas burras e ignorantes, assim sendo creio que a esquerda não conseguiu apenas pelo fato da nossa omissão mas sim por formaram militância e pessoas burras que troca seu voto por bolsa qualquer coisa,espero que se realmente houver uma interversão militar seja feito uma restruturação primeiramente na Educação por que a lavagem cerebral que a esquerda fez não foi pequena general.creio que a FFAA ainda não lavo as mãos que esses recursos já estão mais do que esgotados assim como também parte da sociedade que não se deixo corromper por tão pouco.
    tenho certeza que com sua formação senhor se lembre do inicio da canção fibra de herói certo : “Se a Pátria querida for envolvida
    Pelo inimigo, na paz ou na guerra
    Defende a terra
    Contra o perigo[…]”
    então estamos em perigo.

    • Caro Jeff, a sua apreciação está correta, particularmente quando diz que “a esquerda não conseguiu apenas pelo fato da nossa omissão mas sim por formar militância”. Aí é que está o fulcro do problema: a esquerda fez e faz militância! E nós por que não fizemos e não fazemos?
      Em todas as instituições há homens bons e homens maus. Por que só os maus trabalham por seus “ideais”? Não se omita diante do que você ouve na escola. Se você não se sente seguro para questionar o que dizem de errado, anote, estude o tema em casa, com outras pessoas esclarecidas, e volte ao assunto na forma de questionamentos ao pensamento do professor na aula seguinte. Coloque dúvida na cabeça de seus colegas, estimule-os a questionar os professores.
      É o que todos deveriam fazer!
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço
      PChagas

      • jeff disse:

        P chagas,tenho por mim que essa formação vem de tempo, creio que desde que quando os militares estavam no poder, cuidaram muito bem da economia no entanto não fizeram uma formação anticomunista.como eu disse demonizaram tudo e todos que vão contra o sistema deles. não creio que seja homens bom ou homens maus,são pessoas com interesses particulares,temos um parlamento formado por 75% de empresários, a Petrobras uma empresa “Estatal” utilizada por interesses partidários,sem contar com mst entre outros unidades com interesses próprios.. a questão muitas vezes não e se omitir mas você se torna o rebelde a ovelha negra, muitas não estão disposto ouvir e sim apenas falar,os esquerdista começa a ser esquivar e usar de vitimismo. muitas vezes quando se ha duvidas é muito difícil de achar conteúdos,livros e pessoas disposta a esclarecer conteúdo. o engraçado e questionar professores ainda mais quando falamos da economia apenas dizem : “é o desembargo” incrível são as diversas esquiva desse pessoal.tenho tentado fazer minha parte como cidadão e passado isso para colegas e familiares no entanto torna-se quase impossível quando uma sociedade é formada por esquerdistas.

      • Caro Jeff, acreditar e perseverar são as palavras chave!
        Abraço
        PChagas

      • Fernando Torres disse:

        Ola General tudo bem, hoje com tanta corrupção, o PT Fraudando as Eleições, se Aliando a Países comunista, e estão tentando implantar no Brasil, e Ja começou, O Senhor se Lembra do Golpe militar de 1964. Em 62 os Militares Na época, grupos de oposição mais conservadores, compostos pelas elites dominantes e por setores das Forças Armadas, não aceitaram que Jango tomasse posse, sob a alegação de que ele tinha tendências políticas esquerdistas. Em 31 de março de 1964, tropas militares lideradas pelos generais Carlos Luís Guedes e Olímpio Mourão Filho desencadeiam o movimento golpista. Em pouco tempo, vários comandantes militares aderiram ao movimento de deposição de Jango. Em 1º de abril, João Goulart praticamente abandonou a presidência, e no dia 2 se exilou no Uruguai.
        O movimento conspirador que depôs Jango da Presidência da República reuniu os mais variados setores sociais, desde as elites industriais e agrárias (empresários e latifundiários), banqueiros, Igreja Católica e os próprios militares. Todos temiam que o Brasil caminhasse para um regime socialista. Além disso, o golpe militar não encontrou grande resistência popular, apenas algumas manifestações que foram facilmente reprimidas.
        Entendeu Eles temiam que o País Caminha se para Um Regime Socialista….!!!!
        É oque esta acontecendo Hoje e Pior…. Não quero acreditar que as Forças armadas esteja a favor com medo ou se vendido as esses Comunistas…… O Brasil Precisa restabelecer a ordem…. Nos O Povo Brasileiro pede Socorro, e a unica salvação do Brasil Hoje são as Forças Armadas, Pois as Forças Politicas estão corrompidas…
        Pense no Futuro deste País……
        Um Abraços…

        O Texto Acima foi Tirado do Site Uol Educação : http://educacao.uol.com.br/disciplinas/historia-brasil/governo-joao-goulart-1961-1964-polarizacao-conduz-ao-golpe.htm

      • Caro Fernando, sei muito bem o que aconteceu em 64, acompanhei de perto a participação corajosa e determinada de meu pai e de seus companheiros, preparando-se para enfrentar o golpe comunista que acabou por ser frustrado em suas vésperas.
        Você tem razão quanto à gravidade e à clareza dos objetivos socialistas do Partido dos Trabalhadores, no entanto, as circunstâncias são outras, não há ameaça de golpe com desrespeito à Constituição, mas uma manobra insidiosa que se utiliza de caminhos desenfiados para progredir rumo ao objetivo final. O respeito à norma constitucional, ou mesmo o bem escondido desrespeito, exigem o emprego prioritário de recursos do mesmo gênero, legais e constitucionais, como foi a derrubada na Câmara do Decreto da Política de Participação Social e como deverá ser com outras tentativas de reforçar a permanência no poder.
        Não há espaço ou justificativa legal para uma intervenção militar. A manobra do direito e da liberdade está conosco e não com as FFAA. Ela permanecerá conosco enquanto a situação da ordem e da lei forem respeitados, como, efetivamente têm sido.
        O País está dividido entre os que apoiam o PT e os que o querem fora do poder. Há sobejas razões, motivos e, ainda, recursos legais para para tentar desalojá-los, antes de que tenhamos motivos e justificativas para uma sempre indesejável e inconveniente intervenção militar.
        Sou Soldado por vocação e paixão, penso que as FFAA poderiam ter atitudes, dentro dos limites das suas atribuições constitucionais, que viriam a contribuir conosco nesta luta, mas, como militar em reserva, não posso mais do que “sugerir” estas atitudes aos que me honram com a sua atenção.
        Por outro lado, continuo convencido de que, se e quando necessário, eles agirão de acordo com o que é certo e bom para o Brasil.
        Obrigado pelo comentário.
        PChagas

  5. Rodrigo Ribeiro disse:

    Senhor General Paulo Chargas eu nem sabia que o senhor usava as redes sociais para debater sobre politica,e sobre o atual momento em que o país se encontra,fico muito feliz em compartilhar o tão pouco conhecimento que eu tenho com o Senhor general,Mais falando sobre a Politica a exemplo o PT só tem ladrão nessa politica,entra ano e sai ano mais não muda mesmo,meu avô viveu durante o periodo militar Brasileiro ele dizia que nos anos de ditadura foi onde o Brasil mais de desenvolveu ou cresceu economicamente,Os Generais daquela epoca fizeram varias obras que duram ate hoje,e que não era tanta robalheira como tem hoje,mais fazer o que se o povo vota nesses ladrões.
    Mais eu deixo uma pergunta General-As forças armadas do Brasil estão muito prejudicadas com tanta robalheira que há nessa politica,?E o dinheiro que muito alto dos salario dos politicos espalhados nesse pais não poderia ser investido nas Forças armadas do Brasil? .
    O que eu quero dizer se não poderia haver um corte salarial desses politicos que ganham milhões,e esse dinheiro ser Investido nas Forças armadas e no povo brasileiro que tanto precisa.Como o Senhor se sente ha ver que Milhões de reais são desviados?.O que o Senhor General tem a dizer.
    E para encerrar eu quero publicar essa materia aqui esta na Capa da Uol
    http://congressoemfoco.uol.com.br/noticias/deputado-e-senador-custam-mais-de-r-1-bi-por-ano/

    • Caro Rodrigo, todos os brasileiros esclarecidos sentem-se roubados pela corrupção endêmica que os governos do PT implantaram no Brasil.
      O dinheiro da corrupção poderia e deveria ser empregado em benefício da sociedade como um todo, aí incluída a defesa nacional.
      O custo elevado dos congressistas brasileiros é, realmente, imoral e deveria ser reduzido, cortado, mas, para que isto seja feito, é preciso eleger homens e mulheres honestos que façam da política uma profissão de fé e não um meio de enriquecimento pessoal. Ou seja, vivemos em uma democracia representativa onde o poder emana do povo, que, soberanamente, escolhe seus representantes, donde se conclui que a solução definitiva e não paliativa para o problema está em nossas próprias mãos.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço
      PChagas

  6. Leandro Reis disse:

    Queria eu, nobre General, ter uma maior visibilidade na mídia, ser alguém famoso, ou com um cargo de alto escalão, na reserva das FFAA, ou ao menos uma melhor situação financeira, para patrocinar uma chamada em massa no FaceBook para irmos à rua, no intuito de pedir a intervenção, porém, meus discursos podem ser até convincentes mas sem visibilidade de nada valerão. Sou apenas mais um na multidão a pedir socorro, temendo que minha voz não esteja sendo ouvida.

    Se eu tivesse alguns desses atributos, ou qualquer outra maneira viável de chamar a atenção para a nação já o teria feito, mas a minha voz mal alcança alguns gatos pingados em meu município, o que de nada adiantaria nessa missão.

    Tenho nos militares os meus heróis, assim como também o sou, porém a tática vermelha foi além da inteligencia militar que errou por ter deixado essa corja retornar com anistia e ao que parece está indo além ainda nos tempos de hoje … e quando se esgotar as possibilidades, já estaremos no fundo do poço … muitas famílias sofrendo e o Brasil na total escuridão.

    Nobre General, se conheces o caminho que seja motivo forte para levar nossos heróis as ruas, um motivo que alguém simples como eu possa iniciar, como jogar uma pequena chama em meio a um mar de gasolina … ensina-me, recruta-me e eu ao menos tentarei.

    O povo está desacreditado, sem forças, não sabem votar, não gostam de política e os comunas sabem disso, pois foram eles que implantaram esse sentimento aos brasileiros. Os comunas destruíram nossa moral e civismo ainda no governo de Itamar Franco, já cientes de que essa era a única maneira de manter o povo sempre alerta … hoje tento incansavelmente trazer os moldes das escolas da Polícia Militar de Goiás para a minha cidade (Araruama/RJ) mas estou encontrando monstruosas resistências, devido a minha posição inexistente na sociedade e inclusive meu grau de escolaridade … e sem opções para continuar a minha luta, o que me resta não é aguardar os militares agir para dar guarita a minha omissão, mas sim que os nossos heróis venham ao nosso resgate, que se façam valer da sua imprescindível coragem e ponham a cara na frente para reenergizar o povo … e ciente de que os nossos heróis da ativa estariam arriscando o próprio pescoço nesse intento, aguardo que alguém da reserva, com força e com voz na mídia, toque a trombeta … nesse momento estarei lá ao lado desse alguém, para quando lhe faltar o folego, ajudá-lo a soprá-la.

    • Caro Leandro, considero-me, se posso citar-me como exemplo, como um passarinho ajudando a apagar o incêndio na floresta com o volume de água do seu bico. Entendo que assim procedo ao expor meu pensamento, mesmo que este seja muito superficial em relação à profundidade dos problemas nacionais. Ao fazê-lo, estou certo de que faço o que posso fazer pelas minhas convicções, pela minha consciência e pelo meu País. É também o que espero de cada um dos brasileiros que pensam como eu! Você, por exemplo!
      Não interessa qual seja a sua capacidade de influição, o que interessa é a sua vontade de fazê-lo. Não é por que você vive em uma pequena cidade que seu trabalho de esclarecimento será em vão e, mesmo que o fosse, é o que você pode e deve fazer, se assim lhe chama a vontade e a consciência.
      Como dizia um grande chefe militar, cujo filho foi meu comandante e ainda hoje é meu exemplo: “Não espere, faça!”.
      Qualquer um pode “tocar a trombeta”, tendo ou não força e voz na mídia, basta que entenda que este é o caminho a seguir. Eu, por exemplo, julgo que não é!
      Em se tratando do instamento militar, se a iniciativa para uma ação partir de fora para dentro da organização caracterizará indisciplina, falta de confiança nos chefes, motim, dividirá o esforço e a própria Força e dará ao inimigo melhores condições para vencer.
      Respeito a sua opinião. Estamos querendo apagar o mesmo incêndio, traga a sua gota d’água!
      Obrigado pelo comentário!
      Abraço
      PChagas

  7. Terezinha disse:

    Hoje, disseminam-se as ideias democráticas e ou conservadora assim. Os panfletos e os malotes estão obsoletos. Entre muitos equívocos aqui colocados, compromete, negativamente, o último paragrafo : ” … eles não precisarão ser chamados, eles conhecem a voz do dever e não lhe faltarão” Mea culpal!!! Se conhecessem o dever, as nossas fronteiras não estariam abandonadas, entregues ao tráfico de toda natureza enquanto os ” fardados, aquartelados”, estão esperando guerra, catástrofe ou a sonhada hora do golpe. Resguardar a soberania nacional evitando que nossas fronteiras sejam dilapidadas, invadidas criminosamente, é ou não dever desses funcionários públicos?

    • Cara Sra Terezinha, se me exponho ao divulgar o que penso e no que acredito, passo a ter o dever moral de respeitar a opinião dos outros, mesmo que reflitam falta de conhecimento como a sua, haja vista que parece não saber que o tipo de vigilância que a Sra se refere ser missão constitucional de outras instituições que não as FFAA. Sempre disse e repito: as FFAA são capazes de fazer qualquer coisa, mesmo as que não sabem fazer, porque não lhes é difícil aprender, basta que lhes sejam dados os meios e a missão. Não é por outra razão, Sra Terezinha, que as FFAA são as instituições mais confiáveis do Brasil. Qual a missão confiada a esses “Servidores do Estado” que deixou de ser cumprida, e muito bem cumprida? Se a Sra olhar bem e prestar atenção, verá que os fardados não estão aquartelados, como deveriam estar.
      Obrigado por seu comentário.
      PChagas

      • Terezinha disse:

        Caro senhor,
        Me resguardo a não querer o tipo de conhecimento que o senhor possa ter, e nisso, sou ignorante sim! Nasci e por muito tempo vivi em área de fronteira, com a presença das “forças” nacionais, tenho propriedade para questionar a fragilidade das nossas fronteiras, mesmo que simploriamente como, o senhor mensura, o meu conhecimento. As certezas absolutas são cruéis. Me intrometi, desculpe. Obrigada.

      • Cara Sra Terezinha, acho que a Sra precipitou-se ao interpretar a minha resposta, uma vez que escrevi que respeito a sua opinião e que não a chamei de ignorante, jamais o faria. Disse, acertadamente, como comprova a sua resposta, que lhe falta conhecimento sobre quem é responsável pela vigilância de fronteira que a Sra, muito justamente, qualifica como mal feita. Se eu fosse interpretar o seu comentário do dia 23/07 com o mesmo diapasão com que a Sra interpretou minha resposta, certamente me permitiria entender que a Sra chamou os militares de “vagabundos”, coisa que, com a mesma certeza, jamais passou pela sua cabeça!
        Respeitosamente, mais uma vez, agradeço-lhe o comentário.
        PChagas

  8. Dênia Passos disse:

    Caro General, somente ontem tomei conhecimento de seu blog. Sorri, pois quando iniciei meu trabalho na internet, também iniciava meus textos com o termo: CAROS AMIGOS.

    Os termos gentis desapareceram dos meus textos, e se tornaram raridade em meu vocabulário. Se o Senhor tomar um pouco de seu tempo, para analisar o conteúdo do meu blog, lhe será fácil compreender o motivo de tão drástica mudança.

    Não quero me vitimizar. Não faz meu estilo. Quero apenas esclarecer que sou uma “SOBREVIVENTE”, de uma guerra fria do PT/PMDB contra minha pessoa. Por isso, só acredito na solução de meus problemas, caso haja uma intervenção militar. Na verdade, eu apoiaria um Regime Militar, até o último dia da minha vida.

    Admiro sua inteligência, gostaria de saber seu ponto de vista sobre essa problemática que envolve a minha vida. Apenas uma coisa me é certo: O governo jamais faria isso comigo, se não me considerasse uma pessoa com “alto potencial”. Estou eu errada?

    BLOG DA DÊNIA PASSOS

    • Cara Dênia, todo o mundo sabe que o PT tem criminosos entre os seus militantes. Celso Daniel e o noticiário do dia a dia que o digam. Assim, não é de duvidar que lhe tenham considerado uma pessoa com “alto potencial”.
      Quanto à sua posição favorável a um regime militar, embora lisonjeira para um soldado, porquanto é manifestação de confiança, não é o que eu gostaria para o Brasil, embora não descarte a necessidade eventual de uma intervenção para evitar ou corrigir um mal maior.
      O regime militar é um regime de exceção e as ditaduras já tiveram seu tempo e cumpriram o seu papel. Os brasileiros têm todas as informações de que precisam para escolher o que mais lhes convém. Não vejo a tutela da Nação como uma solução para os nossos erros de opção.
      Os aceleradores do amadurecimento político são a educação, a cultura e a informação. Com esses meios cada povo constrói o seu ritmo de amadurecimento. Não é por outra razão que estes meios são manipulados pelos regimes de esquerda.
      Julgo que ainda temos espaço para reagir dentro das regras do jogo político e, enquanto isto for verdadeiro, não há por que apelar para os militares.
      Quanto ao “Caros amigos”, trata-se de uma forma de caracterizar minhas mensagens como simples textos ou desabafos e não como “artigos” como querem alguns! Apenas isto.
      Obrigado por sua mensagem.
      Abraço
      PChagas

  9. Dênia passos disse:

    Caro General.

    Agradeço pela sua resposta,
    Entretanto discordo “de parte” de seu raciocínio. Não acredito que ainda há espaço para reagir dentro das regras do jogo político. Há a necessidade de se fazer “uma faxina geral e profunda”, que um político jamais ousaria fazer, pois perderia “popularidade”.
    Digo: Implantar Pena de Morte para traficantes, estupradores, assassinos de juízes. assassinos que esquartejam e/ou queimam vivas sua vítimas. Ou seja, CRIMES BÁRBAROS.
    Digo: implantar o “Ficha Suja Fora Pra Sempre”, só isso iria, não erradicar, mas minimizar a corrupção. Esse tipo de mudança um Governo civil jamais faria, pois criaria a maior polêmica… então viria os DIREITOS HUMANOS…. então viria as ONGs….a oposição tiraria proveito da situação… e por fim a ONU.

    Refletindo dessa forma, eu acredito que há sim a necessidade de uma Intervenção Militar e sua permanência no Governo tempo suficiente para que se faça essa “tal faxina geral e profunda”.

    Abraço
    Dênia Passos

  10. CLAYTON BARROS SILVA disse:

    Caro General, gostaria de compartilhar informações nas quais acredito que seja de seu interesse que é acerca da estrutura do palácio do planalto relacionado ao decreto nº8.243. Esta informação foi extraído do blog do Aluízio Amorim, onde o mesmo pode ser acessado por este link para comprovação:
    http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/07/exclusivo-por-tras-do-decreto-8243.html

    Eis o texto:
    ____________________________________________________________________________
    quarta-feira, julho 02, 2014
    EXCLUSIVO! POR TRÁS DO DECRETO 8.243, A DIABÓLICA ORGANIZAÇÃO GOLPISTA DO PT NOS PORÕES NO PALÁCIO DO PLANALTO.

    Quem se der ao trabalho de visitar as páginas do Governo Federal na internet descobrirá uma verdadeira teia de núcleos, “participatórios”, seminários, atividades em redes sociais, reuniões, uma verdadeira rede que revela o tamanho do aparelhamento ideológico que o governo do PT já estruturou a partir do Palácio do Planalto.

    Uma miríade de diretorias, departamentos e assessorias fazem o vínculo com centenas de grupelhos denominados de movimentos sociais, sob a coordenação geral do ministro Gilberto Carvalho auxiliado pela enigmática figura de Pedro Pontual (foto acima). Aliás, foi Gilberto Carvalho quem levou Pontual para o governo conferindo-lhe o cargo de Diretor de Participação Social da Secretaria Geral da Presidência da República.

    Nos links que forneço neste texto os leitores poderão ter acesso a essa fantástica estrutura montada dentro do Palácio do Planalto que objetiva criar espécies de “sovietes”, conselhos ditos populares que supostamente contribuiriam para a formulação de políticas públicas. Os “sovietes” foram criados pela revolução comunista na Rússia e pretendiam conferir ao governo revolucionário um viés popular, ou seja, um simulacro de “democracia direta” ou “participativa”, embora todos saibam que essa estratégia servia apenas para afirmar perante o mundo que afinal surgira um “governo popular”. Na verdade uma empulhação comunista que, pasmem, está sendo recriada no Brasil do século XXI por um bando de psicopatas que se encastelaram no poder.

    Quando a Dilma assinou o decreto 8.243, que cria oficialmente os “sovietes” toda essa vasta estrutura que faz a ligação entre o governo do PT com os ditos movimentos sociais, já estava completamente pronta. Basta visitar os sites para ver que é coisa de profissionais. Além disso, se pode verificar que alguns milhões de reais já foram investidos já que a base operacional dessa atividade está montada numa sofisticada plataforma tecnológica que envolve um equipe técnica que com experts na área da tecnologia como web masters, designers, provedores de conteúdo, especialistas em redes sociais, enfim, uma equipe de profissionais especializados. Além disso há estúdios perfeitamente equipados em nível profissional para a realização de programas, entrevistas e cobertura jornalística em vídeo.

    Tudo isso vem sendo feito em silêncio; silêncio este, evidentemente, guardado pelos jornalistas que cobrem o Palácio do Planalto, ministérios e demais agências governamentais em Brasília.

    Pelo tamanho do aparato que se pode agora verificar nos sites governamentais por meio de uma teia de links, é de estranhar que a montagem desse fabuloso esquema técnico e tecnológico que tem em vista a operacionalização dessa tal “democracia participativa”, tenha sido montado sem que ao longo do processo nada tivesse vazado. Não se sabe também o montante dos recursos aplicados nesse tenebroso projeto dos “sovietes”.

    A coisa foi milimetricamente preparada. Tanto é que o decreto 8.243 foi assinado pela Dilma no dia 23 de maio deste ano de 2014. Justamente em cima da abertura a Copa do Mundo e pouco mais de um mês antes do recesso parlamentar.

    É vidente que o impacto político desse “arroto autoritário” da Dilma, conforme o adequado qualificativo dado por Reinaldo Azevedo em seu blog, foi atenuado pela Copa do Mundo e pelo recesso do Legislativo.

    Somente agora o decreto da Dilma que cria os “sovietes” do PT retornou à ordem do dia, já que o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, anunciou que pautará o projeto legislativo que postula a suspensão do decreto 8.243, mais conhecido como “decreto bolivariano”, dado ao fato de que tal esquema, que evidentemente se vincula ao Foro de São Paulo, vem sendo usado pela ditadura de Nicolás Maduro na Venezuela, bem como em outras republiquetas comunistas do continente latino-americano.

    O que estou levantando nestas linhas são apenas alguns detalhes desse plano comunista do PT, mas a Oposição no Congresso tem os meios disponíveis para fazer uma averiguação completa do que se passa nos porões do Palácio do Planalto. A simples suspensão do Decreto 8.243 não fará o PT retroceder de seu objetivo golpista.

    Precisa fazer uma pesquisa a fundo de tudo isso que está acontecendo e que envolve recursos públicos de vulto. Na verdade se vê, lamentavelmente, os próprios cidadãos brasileiros, que nutrem o erário com os recursos amealhados pelos inúmeros impostos que recolhem, é que estão financiando o golpe comunista do PT que mais adiante decretará o fim das liberdades democráticas, com a censura à imprensa e transformação das instituições democráticas em peças decorativas. Sem falar no fato de que esse decreto 8.243 viabiliza o fim da propriedade privada.

    Enquanto a oposição pisa nos astros distraída não sabe que todo esse aparato montado pelo PT será utilizado intensamente durante a campanha eleitoral. E ainda tem o lado B da coisa, ou seja a usina de difamação, calúnias e mistificações variadas que incluem o submundo da internet. O PT abandonou os famigerados “dossiês”. Agora utiliza sofisticados esquemas cibernéticos para assassinar reputações e iludir o povo brasileiro mais uma vez.
    _____________________________________________________________________________

    Quando eu ví as informações deste blog, percebi que precisava compartilhar isso com você, pois percebe-se que o governo Dilma já estava com tudo pronto antes de assinar o tal decreto. eu não vou cobrar nenhum posicionamento de sua parte, somente ajudar no compartilhamento de informações.pois acredito que o senhor precisava saber disso.

    Espero que eu tenha ajudado.

    Atenciosamente

    Clayton Barros Silva

  11. Lula disse que, se a Dilma não for reelita, “ele não sabem do que somos capazes”… Partirão para oposição ferrenha e, até, uma guerra ou guerrilha ?
    Que o comando das FFAA não caiam no mesmo erro das FFAA dos USA no Vietnam.
    A Arte da Guerra – Completo ( DUBLADO)

  12. MARCOS JANCZESKI disse:

    Em resposta a Fernando Torres o sr. escreveu: “Ela permanecerá conosco enquanto a situação da ordem e da lei forem respeitados, como, efetivamente têm sido.”
    É sarcasmo né?

  13. Laércio Becker disse:

    Prezado General,
    Li pela primeira vez esse seu artigo por e-mail que recebi do nobre Cel. Madruga. E gostei muito, me deixou a refletir por dias. Semanas. Meses. Tanto que, ao procurá-lo, encontrei-o aqui, hoje.
    E por que procurei seu artigo? Porque fiquei pensando em “O homem medíocre”, do Ingenieros, e “Escuta, Zé Ninguém”, do Reich. O que mais me assusta na mediocridade é que ela sempre é majoritária. Como disse Nelson Rodrigues, a revolução dos idiotas se fará por uma mera questão matemática – eles são maioria. Por isso eles nos conduzem politicamente, pelo voto. Elegem tudo que aí está, desde um poste disléxico até a mais venal legislatura, porque têm as rédeas da Nação nas patas. Pior é a imaturidade (irresponsabilidade + inconseqüência): se parecem com crianças que fazem besteira e depois chamam a mãe para corrigir (via impeachment, TSE, IM etc.).
    Diante desse quadro, preciso concordar com Baudrillard, nós vivemos à sombra das maiorias silenciosas. Silenciosas, imaturas, irresponsáveis, inconseqüentes, medíocres e idiotas. E que o senhor brilhantemente desmascarou nesse contundente artigo.
    Um forte abraço.

  14. Marcos disse:

    “Lula venceu as eleições e tomou o poder dos Tucanos com as mesmas urnas eletrônicas que se suspeita, desde sempre, que sejam fraudáveis. Por que FHC não fez o seu substituto? Será que não sabia fraudar urnas ou não sabia que eram fraudáveis?”

    Todos os partidos, se não me engano, podem colocar um programa para acompanhar as eleições dentro das urnas, parece que só o PT colocou um tal avpart13.vmt, agora não lembro direito o nome.
    Poderia-se então, por informação do fabricante ou desenvolvedor, explorar uma vulnerabilidade usando um exploit? Ou mesmo descobrir uma? Sabemos que é bem possível eu já acho que é bem provável. Eu não digo escolher a dedo quem vence ou perde no país todo, mas dar a vitória mesmo que apertada para um presidente.

  15. Marcos disse:

    Achei por bem passar o link, há bastante informação. Tlvz o Sr. já tenha acesso, mas enfim… talvez mais para alguém que esteja passando por aqui:
    http://www.brunazo.eng.br/voto-e/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s