Acende-se na escuridão do caos a lanterna da esperança!

Caros amigos

O caos, como já previam os mais atentos, nos deve livrar da onda socialista que assola a América Latina, desde a criação do Foro de São Paulo. Assim tem sido ao longo da história, a contar de 1917, quando a “revolução” implantou o comunismo na Rússia. Lá, a fome, a miséria e a escravidão chegaram logo, mas o caos só atingiu a todos, de forma insustentável, setenta anos após.

Os socialistas chegam enganando quase todo mundo e conquistam o poder, normalmente, de forma revolucionária, pela força das armas e da ilusão de uma massa de excluídos, e, eventualmente, pelo voto, principalmente, desse mesmo grupo de eleitores e de alguns oportunistas que se julgam espertos.

Eles têm conseguido este intento em países onde a classe política não representa nada além de seus próprios interesses, tendo a demagogia e a corrupção como instrumentos de convencimento e de trabalho, respectivamente, já que a retórica socialista soa aos ouvidos dos explorados como tábuas de salvação, quando, na realidade, são as grades da escravidão física e mental de toda a Nação!

Para chegarem ao poder, eles estimulam a inveja e fomentam a luta de classes, culpando, particularmente, a classe média pela miséria que assola a massa, quando, de fato, ela representa o que todos deveriam almejar.

Iludem os excluídos com a falácia do “estado provedor”, o que, em última análise, não passa de estímulo à inépcia, à inação, à estagnação, à falta de brios e à vagabundagem travestida de desambição.

Sub-repticiamente, seus líderes fazem crer aos desavisados que a propriedade privada, ou a palavra “meu”, deve ser excluída das mentes e do vocabulário das pessoas, quando na realidade o que querem implementar é a máxima do “o que é meu é meu, mas o que é teu e deles é nosso”!

Em todos os lugares onde isto foi implantado, enquanto durou, gerou miséria, estagnação, morte e escravidão e perdurou até que a ameaça do caos ou o próprio caos se instalasse de forma irremediável.

Nós, apesar de tudo, estamos com sorte, pois o caos está a ser estabelecido antes que o sistema seja definitivamente implantado, o que nos dá a esperança de uma mudança de atitude da “massa”, haja vista a impossibilidade de o governo assegurar a manutenção da compra de votos pelo “estômago”.

Os sintomas e indícios do caos estão aí, à disposição de quem quiser ver, afinal, o “socialismo dura enquanto durar o dinheiro dos outros” e este, parece, está acabando!

Em rápido passeio pela situação geral, pode-se constatar que a economia, entregue aos corruPTos e a seus projetos mirabolantes, falsos e superfaturados, só teve como consequências a valorização da fraude e da delinquência e o enriquecimento ilícito da nomenclatura.

A agricultura, graças ao latifúndio e ao agronegócio, apesar da logística catastrófica e do esforço do MST e da FUNAI para levar o nível da produção de volta ao tempo colonial, é o único setor a apresentar-se positivamente, ainda que pouco acima do zero.

As condições objetivas para levar a massa ignorante a apoiar o golpe socialista estão indo por águas abaixo, acendendo na escuridão do caos a lanterna da esperança.

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Acende-se na escuridão do caos a lanterna da esperança!

  1. Francisco das Chagas Barboza da Silveira disse:

    Ouvindo o General Paulo Chagas, me volta o orgulho de ser brasileiro.

  2. Cláudio Fagundes disse:

    Prezado General Paulo Chagas,
    leio com atenção seus ótimos comentários, mas confesso que precisei refletir um pouco mais para entender seu otimismo neste último que escreveu. Sem dúvida seria uma vitória e tanto a saída daquele ParTido do posto mais alto de poder, mas a opção que se aproxima como a causa mais provável desse acontecimento, à princípio, me deixou a impressão de continuidade. Digo isso por causa do apoio declarado a movimentos sociais extravagantes e vínculos confessos com interlocutores de ideologias radicais.

    A confissão religiosa que alguns tratam como um moralismo inoportuno, ao contrário disso, poderia pra mim significar fonte de princípios e valores mais próximos de um líder que deseja construir uma sociedade ordeira e progressista. Mas até da existência dessa virtude eu tenho duvidado, por causa dos vínculos já citados e outras opiniões declaradas. Sinceramente me vejo um pouco confuso ao avaliar a situação apresentada neste momento.

    Espero em breve poder compartilhar com o senhor desse otimismo, nem que seja por descobrir que, ao se confirmar os prognósticos eleitoreiros, a reorganização do poder nos daria, no mínimo, uma trégua e uma nova chance na luta contra a desconstrução da nossa sociedade, em andamento.

    Um grande abraço

    • Caro Cláudio, você tem razão quanto ao futuro imediato, afinal, aparentemente, caso se concretize o que dizem neste momento as pesquisas, estaremos trocando 6 por meia dúzia, no entanto, não há outra saída! A manobra tem que ser faseada e o nosso primeiro e principal objetivo deve ser a saída do PT do poder e da zona de conforto em que se encontra. A partir daí, os amantes da democracia e da livre iniciativa, terão que fazer um “novo começo”, uma outra luta, conforme nos ensina o Professor Olavo de Carvalho: “Ninguém vai vencer o esquema comunopetista por meio de eleições, de golpe militar ou de passeatas de protesto. Organizar a militância, ocupar espaços nas entidades da sociedade civil, na mídia e na educação, e partir para um agressivo ativismo judicial antes que o último juiz seja cooptado – eis as únicas (talvez as últimas) possibilidades de ação real”.
      Obrigado pelo comentário.
      Abraço.
      PChagas

  3. Rodrigo de Souza disse:

    Prezado general General Paulo Chagas,

    Lamentavelmente a extrema-esquerda (PT e aliados) lançou o Brasil na desgraça com o voto da maioria dos brasileiros. Para a situação ficar ruim, é preciso melhorar muito…

    E Marina Silva vem aí… Sinceramente não confio nessa senhora, tanto por questões democráticas quanto por questões de preparo na condução de uma política econômica eficiente. Se Marina Silva vencer as eleições, só me restará torcer para que a mesma me surpreenda positivamente. Caso contrário…

    Não é por preconceito, como acredita o vice Beto Albuquerque, muito menos no âmbito religioso ou espiritual, pois sou protestante da AD-Belém. E não se sabe se essa senhora é protestante ou se faz para ganhar votos. Porque não existe cristão de extrema-esquerda: nem católico nem protestante. Enfim, não irei julgá-la, mas, por ela, não coloco minha mão no fogo, pelo menos por enquanto. Olavo de Carvalho disse que só votaria em Marina se a mesma denunciasse toda a sujeira do Foro de São Paulo.

    Outra declaração de Olavo de Carvalho no Facebook: “É preciso ter ultrapassado os limites da estupidez humana e ter dado já os primeiros passos no reino animal para não entender que Marina Silva é apenas o plano B do Foro de São Paulo para exorcizar o perigo Aécio Neves e manter-se no poder sob a aparência de que tudo mudou.”

    O mestre Olavo é sempre radical nas palavras, mas sabemos que se José Serra fosse eleito em 2010, o Brasil jamais estaria neste caos. Ainda que Serra e Aécio não sejam de direita, não há como compará-los à Dilma ou a qualquer outro candidato do PT e aliados de extrema-esquerda, tanto em democracia quanto em capacidade de gestão. Além disso, Aécio Neves possui uma tendência um pouco mais liberal, sobretudo na questão política econômica.

    Contamos apenas com 4 candidatos que garantem democracia até 2018: Aécio Neves, Pastor Everaldo, Levy Fidelix e Eymael. Destes candidatos, Aécio Neves é o único com chances reais de vencer. Caso nenhum deles conquiste uma vaga no 2º turno, talvez, somente intervenção militar salvará o Brasil do comunismo, pois Marina (ex-PT) e Eduardo Jorge (ex-PT) são incógnitas, e os demais são comunistas convictos: Dilma (PT), Luciana Genro (ex-PT), Zé Maria (ex-PT), Rui Costa Pimenta (ex-PT) e Mauro Iasi (ex-PT). O PT é uma máquina reprodutora!

    Eu estava otimista, mas a morte de Eduardo Campos (outro que, segundo o ex-diretor da Petrobras, havia se envolvido no Mensalão 2.0) pode ter prejudicado o quadro das intenções de voto. Esta eleição será de democratas contra autocratas, e, pelo desenho da situação, é possível que os democratas fiquem fora do 2º turno.

    Como cristão acredito em DEUS, apenas acho que DEUS cumpre a parte DELE (com perfeição ímpar), e que quem deve buscar mudanças é, no mínimo, a maioria dos brasileiros, através do voto. A maioria deve saber que não faz sentido pedir a DEUS um país melhor e votar em comunistas.

    Nunca votei no PT, ou seja, nunca tive a chance de ter o Brasil que sempre busquei, e talvez eu nunca tenha.

    Lamentável um país com tanto potencial sendo conduzido a um fim melancólico.

    Será que este país ainda tem solução, prezado general?

    Um grande abraço,

    Rodrigo de Souza

  4. Evonio disse:

    Caro General Paulo,

    Fiquei muito feliz em saber que nem tudo está perdido. Enquanto houver pessoas inteligentes e corajosas para compartilhar suas boas ideias e posições, haverá esperança.
    Quero, neste momento, apenas lhe parabenizar pelas suas ideias, pelo sua coragem de defendê-las.
    Espero que Deus alimente a sua força, para seguir em frente.
    Um forte abraço.
    Evonio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s