A Morte da Liberdade – 2014

Caros Amigos

Há quatro anos escrevi que infelizmente Dilma Rousseff havia vencido e cumprimentei os que nela haviam votado!

Vencera a Democracia que ela tentara destruir.

A vitória podia ser comparada a uma promissória de alto valor que, fatalmente, nos seria cobrada com juros!

Desgraçadamente eu estava certo e perdemos todos, os que a elegeram, os que se omitiram, os que apostaram na proposta de José Serra ou os que, como eu, empenharam-se para que o pior fosse evitado.

Perdêramos importante batalha, mas não a guerra, porque a Democracia, como entendemos que deve ser, ainda estava de pé e guardávamos a certeza de que o povo brasileiro por não saber viver sem liberdade, mais cedo ou mais tarde, reconheceria o erro cometido naquele outubro de 2010.

Muitos dos que deram a “ela” o seu voto conseguiram enxergar a falsidade, a hipocrisia e a truculência escondidas por trás, não mais de um sorriso enigmático, mas, da carranca incompetente e truculenta que ele escondia!

Passamos a sentir na carne, mais cedo do que pensavam os mais pessimistas, as consequências daquela imprudência.

Esperávamos que, mais dia menos dia, nossos olhos se abrissem para a realidade e que a Nação reagisse democraticamente e em paz, ordeira e legalmente, em defesa de seus valores, deturpados e ameaçados pelos estrategistas do mal, lobos em pele de carneiro, hipócritas travestidos de democratas!

A história se repete neste 26 de outubro, agravada pela perspectiva de dominação também do Poder Judiciário com a nomeação, nos próximos quatro anos, de  mais cinco “Toffolis” para a Suprema Corte!

A ignorância do eleitorado brasileiro trocou a evolução e a distribuição de oportunidades pela recessão e pela distribuição da miséria, pondo em risco mais uma vez a liberdade, o cumprimento das leis, o respeito à vida e ao direito e o progresso do Brasil.

Como consolo podemos afirmar que, já que o Brasil quebrará em 2015, que a bomba estoure no colo de quem a armou!

Nada mais justo do que dar ao PT o que é do PT, ou seja, que o partido, seus líderes, sua incompetência, sua desonestidade e suas ideias totalitárias arquem com a responsabilidade e sofram as consequências de sua desastrada “obra”!

Que o desastre ocorra sob a égide do corruPTo e que sejamos nós, no papel da oposição, os encarregados de mostrar, de forma didática e irretorquível, em definitivo, a toda a Nação, a cara dos verdadeiros responsáveis pelo caos!

Logicamente que há um sério risco de golpe embutido nesse lamentável fato, afinal, a sobrevivência das hienas depende de assegurarem a posse da carcaça, mesmo que em estado de carniça.

Rogo a Deus para que não deixe acontecer ao gentil povo dessa terra o que minha consciência cívica enxerga cada vez mais próximo no horizonte da história e que ilumine a mente dos incautos que no dia de hoje colocaram, mais uma vez, o nosso destino nas mãos totalitárias e liberticidas de Dilma Rousseff e do Partido dos Trabalhadores!

PChagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

12 respostas para A Morte da Liberdade – 2014

  1. Obrigado, Erick, você é o segundo a me dizer isto. Vou levar o assunto à consideração do Grupo Terrorismo Nunca Mais e, se for o caso, moveremos uma ação judicial no sentido da sua sugestão.
    Abraço
    PChagas

  2. Gustavo Serra disse:

    General, com todo o respeito, não deveríamos depender de Deus para isso. Escrevo como um homem a beira do desespero diante de tanta injustiça e dor que, como brasileiros, estamos sofrendo. General, a partir de que ponto será considerado comunismo suficiente para que as FF AA façam algo, se é que farão? A situação que temos hoje já poderia ser considerada assim. O que temos hoje não é diferente da década de 60? O comunismo agora não é combativo, não é terrorista direto: é subversivo, ardiloso, enfraquece aos poucos à medida que nos coloca submissos.
    Acompanho o blog há algum tempo e realmente gostaria de entender: se as FF AA estão prontas para agir, o que elas esperam? O que pode ser pior?

    • Caro Gustavo, se a opção dos comunistas for a implantação da sua doutrina pela luta armada, a missão de derrotá-los será das FFAA, mas, se for pela conquista de mentes e corações, mesmo que por artifícios enganadores, a missão é nossa, minha e sua,com o nosso conhecimento, nossos argumentos, nosso intelecto e não pelas armas!
      Forte abraço
      PChagas

      • Mauricio disse:

        Eu também estou desesperado!
        Certamente o comunismo caminhará por vias “intelectuais” como eles vem fazendo, com a doutrinação dos jovens e do povo em geral. Se assim for, quer dizer que estaremos reféns para sempre? Não quero crer nisso… temo pela minha família, temo pelo futuro da nação. Em algum momento eles haverão de se armar… pois parte “pensante” desta nação deseja a liberdade. Espero termos o apoio infalível das Forças Armadas! Graça e Paz a todos que lêem o blog e que Jesus possa nos abençoar a todos.

  3. Armando disse:

    Olá, general. Gostara de saber se o senhor tem facebook?

  4. Rogerio disse:

    O povo só esta precisando de um líder. O Aécio arregou, aceitou a derrota sem reclamar. Esta estourando em todo Brasil evidências de que essa eleição foi uma grande fraude, essa urnas são fraudadas . Essa história de votos BRANCOS e NULOS também é outra artimanha para eleger quem eles querem. As urnas eletrônicas caíram como uma luva para a esquerda corrupta.

    O certo seria seria o voto impresso(TSE negou esse pedido) com recontagem depois do resultado eletrônico. Teria que tirar o tal do BRANCO e NULO, e também a obrigatoriedade da pessoa votar, pois assim quem estivesse insatisfeito ficaria em casa.

    Uma investigação tem que ser aberta para apurar o que aconteceu nessa eleições. O cerco ditatorial do PT esta fechando, veja isto: http://www.itatiaia.com.br/noticia/sindicato-dos-policiais-federais-acusa-governo-de-controlar-investigacoes-da-corporacao

  5. Erick disse:

    Milhões de Brasileiros acreditam que Dilma, Lula, Foro de São Paulo e Parceiros cometeram vários crimes durante as Eleições 2014 (vide abaixo). Ressaltando que há vários videos e áudios para comprovar.

    1- Campanha terrorista contra o povo (ameaça de perda do Bolsa Familia e outros beneficios sociais caso não votassem no PT).

    2- Houve várias ofenças diretas à população do Sul e Sudeste e também à classe média. Isso vai contra um dos principais fundamentos da nossa Constituição, Art I – IV: promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.

    3- Difamação é ofensas ao Adversario (parece que já estão até preparando processo judicial).

    4- Utilização da máquina pública na campanha (Correios em Minas Gerais).

    5- Destruição e desvio de material eleitoral do Adversario em várias cidades.

    6- Fraude nas eleições (urnas adulteradas)

    7- Tentativa de colocar os Nordestinos contra o resto do país com calunias e mentiras.

    Por favor General, nos ajude e escute a voz dos 80 milhões que NÃO votaram no PT!
    Entre os dias 1 e 3 o povo irá às ruas clamar pelo impeachment da presidente.
    Há também deputados dispostos a lutar e que têm feito oposição abertamente ao governo, tanto na Câmara e na Internet, como Jair Bolsonaro e Romeu Tuma.

  6. Erick disse:

    Há também a batalha do advogado Luís Carlos Crema que vem lutando bravamente para desmascarar o PT a anos, ele já havia protocolado um pedido de Impeachment em 2006 que infelizmente não deu em nada.
    com provas concretas ele protocolou mais um pedido de Impeachment da Presidente.
    É hora de pedir que os Militares cumpram seu dever e tirem os bandidos do poder.
    Há provas suficientes para justificar uma Intervenção.
    Por favor veja o Pedido de Impeachment no link abaixo:
    http://aquivo-yahoo-noticias.tumblr.com/post/100676444177/pedido-de-impeachment

    Pedido de impeachment
    EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA DOS DEPUTADOS

    É frágil uma democracia na qual pobres e ricos, jovens e velhos, reagem com um dar de ombros quando se fala nesses desmandos, nesses abusos, nessas verdadeiras loucuras – as que sabemos e as piores que ainda ignoramos.[1]

    LUÍS CARLOS CREMA, brasileiro, advogado, inscrito junto ao CPF/MF sob o nº 693.603.169-20, com escritório profissional estabelecido no Setor Comercial Sul, Quadra 2, Edifício Serra Dourada, Sala 105, CEP 70.300-902, na cidade de Brasília, Distrito Federal, onde recebe as intimações e notificações dos atos processuais, vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, com fundamento nos artigos 51, I e 86, da Constituição Federal, na Lei nº 1.079, de 10.04.50 e na Lei nº 8.429, de 02.06.92, oferecer a presente
    DENÚNCIA
    PEDIDO DE IMPEACHMENT
    Em face da Excelentíssima Senhora PRESIDENTA DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, pelas razões de ordens fáticas e legais que passa a expor:
    I – DA ADMISSIBILIDADE DA DENÚNCIA
    Com efeito, determina o art. 51, inciso I, da Constituição Federal:
    Art. 51. Compete privativamente a Câmara dos Deputados:
    I – autorizar, por dois terços de seus membros, a instauração de processo contra o Presidente e o Vice-Presidente da República e os Ministros de Estado;
    A seu turno, o art. 14, da Lei n° 1.079/1950, estabelece que:
    Art. 14. É permitido a qualquer cidadão denunciar o Presidente da República ou Ministro de Estado, por crime de responsabilidade, perante a Câmara dos Deputados. (Grifo nosso)
    Assim, qualquer cidadão poderá efetuar a denúncia em face da Presidenta da República perante a Câmara dos Deputados, para que seja analisado apenas a admissibilidade da acusação e autorize a instauração do processo.
    Na admissibilidade da denúncia a Câmara dos Deputados verificará a consistência das acusações, se os fatos e as provas dão sustentabilidade, se os fundamentos são plausíveis ou, ainda, se a notícia do fato denunciado tem razoável procedência.
    Não é da competência da Câmara dos Deputados o processamento ou o julgamento do Presidente da República, uma vez que, de acordo com os arts. 52, I e 86, da Constituição Federal, tal competência é privativa do Senado Federal.
    Nesse sentido é a posição do Supremo Tribunal Federal:
    III — No procedimento de admissibilidade da denúncia, a Câmara dos Deputados profere juízo político. Deve ser concedido ao acusado prazo para defesa, defesa que decorre do princípio inscrito no art. 5º, LV, da Constituição, observadas, entretanto, as limitações do fato de a acusação somente materializar-se com a instauração do processo, no Senado. Neste, é que a denúncia será recebida, ou não, dado que, na Câmara ocorre, apenas, a admissibilidade da acusação, a partir da edição de um juízo político, em que a Câmara verificará se a acusação é consistente, se tem ela base em alegações e fundamentos plausíveis, ou se a notícia do fato reprovável tem razoável procedência, não sendo a acusação simplesmente fruto de quizílias ou desavenças políticas. Por isso, será na esfera institucional do Senado, que processa e julga o Presidente da República, nos crimes de responsabilidade, que este poderá promover as indagações probatórias admissíveis.[2] (Grifos nosso)
    Desta forma, a denúncia dever ser admitida pelos termos apresentados, pela robustez dos fatos e fundamentos, aliás, todos de notório conhecimento público.
    Razão pela qual, após a admissão, requer seja a mesma submetida a processamento e julgamento perante o Senado Federal, consoante os arts. 52, I e 86, da Constituição Federal.
    II – DOS FATOS E DOS FUNDAMENTOS DA DENÚNCIA
    O Denunciante é brasileiro nato, cidadão da República Federativa do Brasil no exercício dos seus direitos conferidos pela Constituição Federal de 1988, conforme os documentos em anexo.
    É de conhecimento público e notório os eventos que estão ocorrendo no cenário político brasileiro, uma série de declarações públicas, denúncias, investigações e auditorias. Em face disso, passamos a nos deter em alguns fatos que já se afirmaram como verdadeiros, comprovados, confessados pelos autores do delito, veiculados pela imprensa e na rede mundial de computadores.
    A Denunciada, Presidenta da República Federativa do Brasil, mediante atuação direta e por seu partido político (Partido dos Trabalhadores – PT), conforme se verá, cometeu crime de responsabilidade por atentar contra a Constituição Federal, ao submeter sua administração, vale dizer, a República Federativa do Brasil, às decisões de seu Partido Político e à entidade (Foro de São Paulo) e aos governos estrangeiros (notadamente os da América Latina).
    A participação, direta e pessoal, da Denunciada, Presidenta da República e candidata a reeleição, é inquestionável e inescusável, seja em decorrência de sua participação e militância junto ao Partido dos Trabalhadores e também junto ao então presidente Lula, seja por sua própria declaração (confissão).

    Muito Obrigado
    Erick

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s