Apoio a Marcha Cívica do dia 15 de março de 2015

Caros amigos participantes do Movimento Cívico de 15 de março de 2015,

expresso no vídeo cujo link se segue, o meu apoio ao movimento:

http://www.youtube.com/watch?v=SkLxTdzcRvs

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

28 respostas para Apoio a Marcha Cívica do dia 15 de março de 2015

  1. Carlos Alberto Kiss disse:

    Prezado General Paulo Chagas
    Concordo com suas palavras, em genero, numero e grau. O que desejo é que os poderes das Forças Armadas, remova essa corja do poder, e coloque ordem nesse pais que tanto amo. Eu não me lembro na epoca em os senhores estavam no poder de vermos o que estamos vivendo nesse momento. O que estão esperando para que isso aconteça?

  2. Obrigada pelo apoio,General! Pena que só o senhor se manifesta! Abraço!

    • Adelio Correia de Araujo disse:

      Grande General , A Paz Do Senhor esteja convosco. Todos os partidos políticos estão contaminados . A situação do Brasil hoje é pior que em 1964. Eu confio na Forças Armadas , só uma intervenção militar para fazer um limpeza geral .Empeachment para que? Tirar uma ratazana e por um rato de esgoto na presidência. Eu confio no Exército de Caxias , ele não se curva diante do inimigo.Sou reservista , servia Pátria no 15ºRI em Jõao Pessoa entre 1970 e 1971 .

  3. Gisa Tavares disse:

    Boa noite General.

    A situação está crítica, e sinceramente, não estou mais acreditando que o povo consiga tirar esse governo do poder de maneira legal, já que estão todos vendidos e unidos pra não deixar que isso ocorra.
    Os últimos acontecimentos, deixam claro que estão preparados para tudo.
    Estou com muito medo do que pode nos acontecer nos próximos dias, não temos como nos defender já que o governo foi super eficiente em desarmar a população.
    Seremos massacrados!

    • Car Gisa, se formos para a rua armados, não estaremos protestando, mas iniciando uma guerra e isto ninguém quer, não é mesmo?
      Sou visceralmente contra o desarmamento, tenho arma e porte, mas nunca saio com ela, muito menos para tomar parte em uma manifestação pública que precisa ser ordeira e pacífica para atingir os seus objetivos.

      • Gisa Tavares disse:

        Concordo com sua posição General, mas essa guerra, já foi iniciada por eles.
        No ato “em favor da Petrobrás” no Rio, pelo menos dois dos militantes petistas, estavam armados no meio da confusão.
        Não sei como não houve uma tragédia.
        Não sei o que podemos esperar dessa gente.

  4. Luciano souza disse:

    Prezado General Paulo Chagas
    Concordo com suas palavras, em gênero, numero e grau também. Como uma simples cabo da reserva, venho pedir ao Nobre General, que; nos ajude dando-nos proteção militar nas manifestações de 15 de março, pois ao contrário, poderemos ser massacrados pelos grupos do PT (msts etc…) Nós não queremos guerra, mas também não fugiremos dela. Será que podemos conta com o EXÉRCITO BRASILEIRO, para proteger o povo nobre General ?

    • Caro Luciano, eu já estou em reserva, não tenho tropa e, se tivesse, só a colocaria na rua se a PM não estivesse em condições de cumprir a sua missão.
      Julgo que a nossa maior proteção será o emprego do princípo da massa, ou seja, temos que ser tantos que só o nosso efetivo e a nossa disposição intimidem as ações adversas!

  5. Henrique Fontana disse:

    Sou de Curitiba sou cidadão, pago meus imposto, e não aguento mais este desgoverno, eles estão afrontando sem dó o povo e o exército, não quero comunismo e SIM apoio uma intervenção constitucional militar, URGENTE, está democracia disfarçada não da mais, vc é general na Síria em 3 anos morreram menos pessoas que aqui no Brasil um povo em guerra civil. Tudo o que o PT e seus aliados fizeram foi gravíssimo, o LULA declarou guerra, O MST, + médicos cubanos falsos, mais compra dos haitianos, mais MADURO em prontidão, é preciso agir rápido dando efeito surpresa com força, não tenho perspectiva de um Brasil melhor nunca mais, inversão de valores é tudo mentira, tudo errado, pq o Brasil não se espelha na Corea do Sul por exemplo? Em 20 ou 30 anos pode mudar o rumo do país para sempre e para melhor. Estou triste, desamparado com medo, indignado,tenho filhos e não sei oq será deles.
    verás que um filho teu não foge a luta.
    Grande abraço General.

  6. Guilherme Zanatta disse:

    Prezado General Chagas
    Fico feliz em ver seu manifesto e posicionamento louvável, diante de tamanha injustiça
    cometida contra o povo brasileiro.
    Nós pedimos apoio contra tais corruptos e corruptores.
    Espero que, a Marcha Cívica do dia 15, sirva como data para tal mudança, colocando-se o Exército Brasileiro a frente do nosso governo e banindo, de uma vez por todas, essa ideologia comunista-partidária, então presente.
    Saudações e que venham as Forças Armadas !

  7. Adélio disse:

    INTERVENÇÃO MILITAR JÁ , LIMPEZA GERAL .TODOS OS PARTIDOS POLÍTICOs ESTÃO CONTAMINADOS

  8. Patrícia disse:

    Prezado General Paulo Chagas
    Agradeço por estar apoiando o Movimento dia 15.
    Gosto de navegar em sites militares. Não entendo por que o site Revista Sociedade Militar, tão bom, vive fora do ar. O senhor conhece? É este: http://sociedademilitar.com.br/, mas está fora do ar. Hoje a página entrou e saiu novamente. Será que está em manutenção? Fico imaginando, será que alguém do PT está querendo tirar o esse site? Espera-se tudo desse partido terrorista.

  9. Mario disse:

    Como brasileiro tenho não só acompanhado a politica nacional como também vivido os efeitos causados por nossos governantes e aqueles que em nome da democracia candidataram-se para representar o Povo Brasileiro mas que no fundo assistimos ao maior pouco caso cometido tanto contra a opinião publica quanto contra os cidadãos. Perdeu-se totalmente a vergonha em troca de favores, propinas etc, nos maiores maiores e mais altos escalões políticos e do judiciário nacional. Bandidos do mensalão são soltos, presidente do Brasil intervem contra outra nação ora para ajudar um terrorista italiano, ora para intervir em favor de um traficante de drogas brasileiro legalmente detido.
    Ver a empresa que é o orgulho nacional desmantelada por uma quadrilhada de terroristas brasileiros, sim terroristas porque não existe ex-terrorista quando ainda continuam na criminalidade defendendo-se atrás de um sindicato de trabalhadores e de um voto popular obtido a base da mais lavada das mentiras. Dilma, e seus companheiros de guerrilha armaram ao longo desses anos um plano maior que foi o de quebrar a Petrobras, isso porque o BNDS ainda não foi investigado com esses financiamentos a Cuba, Venezuela, Bolívia, etc.tirando dos brasileiros o direito da escola, saúde e aposentadoria digna.
    Por fim general, eu e meus familiares estaremos dia 15/03 nas ruas, certamente tambem terei o desprazer de dividir o mesmo espaço com outros manifestantes de camisas vermelhas. Gostaria que estive lá para assistir a livre manifestação do nosso povo.

  10. jerry benedetti disse:

    General, a intervenção militar é uma realidade, portando só a saída de Dilma não basta!
    Atenção .. Temer vai assumir a ponta, isso não é bom.

  11. Robson Merola de Campos disse:

    Prezado General Paulo Chagas,
    Transcrevo abaixo artigo que escrevi sobre os últimos acontecimentos no Brasil, relativos ao Movimento Cívico de 15/03/2015:
    “Logo após o resultado do segundo turno escrevi um pequeno artigo sobre o perigo da divisão do Brasil entre “nós” e “eles”, “pobres” e “remediados” (e digo remediados, me referindo à classe média, pois, para os abastados sempre se pode pegar um vôo para Miami), “eleitor do nordeste” e “eleitor do sul”, que foi um dos temas principais da campanha vitoriosa à Presidência da República.
    Vendo os pronunciamentos do ex-presidente Lula, convocando o “exército do Stedile” (líder do MST) para uma “guerra”, e depois, assistindo um vídeo onde este senhor discursa em evento realizado em 05/03/2015 em Caracas, ao lado do Presidente venezuelano Nicolás Maduro, fazendo referências ao clamor pelo impeachment da Presidente Dilma e dizendo que o continente sul-americano deve se unir contra a “burguesia” (entre outras assertivas) fica difícil imaginar que se tratava de pura retórica por parte do ex-presidente.
    A questão é que sempre que se fala em guerra pressupõe-se a existência de um inimigo que deve ser combatido e levado à derrota por quaisquer meios ao alcance de quem o combate. No caso presente, quem seria o inimigo a ser derrotado pelas “hordas” de João Pedro Stedile citadas pelo ex-presidente Lula? Não se trata de inimigo externo, pois, o próprio Stedile esteve em Caracas e pediu apoio para combater aqueles que pedem o impeachment da Presidente Dilma e que ele classificou como “burgueses”. Se se quer combater o povo que pede o impeachment, o ex-presidente está falando de guerra fratricida, onde irmão combate irmão, vizinho combate vizinho, cidade combate cidade. A última vez que se teve notícia de conflito similar no Brasil ocorreu nos idos de 1932 com a Revolução Constitucionalista deflagrada por São Paulo. Em três curtos meses de combates, estima-se que cerca de dois mil brasileiros perderam a vida…
    Esta semana surgiu inteligentemente a figura retórica do terceiro turno citada pela Presidente Dilma e por seu Ministro da Casa Civil Aloísio Mercadante, entre outros. Afirmam que quem pede o impeachment é quem foi derrotado nas urnas em eleições legítimas realizadas no final do ano passado. Ora, o povo brasileiro não concorreu. E é significativa parcela do povo brasileiro, que, acertadamente ou não, com fundamento jurídico ou não, que, cansado dos escândalos diários, cansado das mentiras repetidas em bordão inúmeras vezes por quem nos comanda (“eu não sabia de nada”), ou pelo menos por quem deveria ter autoridade para nos comandar, é quem está pedindo o impeachment. E nem vamos aqui repetir as dúvidas que qualquer pessoa esclarecida tem sobre a lisura de um processo eleitoral eletrônico que não permite a recontagem e conferência dos votos. Quer saber mais? Pesquise no Google sobre Içara – SC e a tentativa frustrada de recontar votos de uma urna eletrônica. A situação atual me lembra a parábola do sapo: jogue um sapo em uma panela de água fervente e ele pulará imediatamente. Mas, coloque o sapo em uma panela e vá aquecendo a água lentamente até a fervura e ele morrerá cozido sem reagir…
    Muitos irão às ruas no próximo dia 15/03/2015 para pedir o impeachment da Presidente. Outros vão pedir uma intervenção militar. Mas, a grande maioria vai mesmo é para declarar a sua insatisfação com o atual estado de coisas. É para falar que do jeito que está não dá mais para ficar. Não se pode mais conviver com tantos escândalos assim no país. Não há quem agüente. Não há quem suporte. Não há quem tolere mais essa situação, onde a mentira se institucionalizou no Brasil. E, lá em cima, na cúpula política, eles continuam rindo e debochando do povo entre goles de Romanée Conti, comprado a R$ 8 mil a garrafa…
    É evidente que o ex-presidente Lula e sua afilhada, atual Presidente da República, bem como seus principais assessores, sabem que o Brasil está dividido e prestes a explodir. Eles querem isso. Mais: eles contam com isso. O Brasil ainda não explodiu devido à nossa natureza conciliadora e pacata. Somos as ovelhas do rebanho. E inteligentemente, o PT que ocupa o Planalto há mais de uma década tem movido todos os seus recursos, legais e ilegais (basta recordar-se o famigerado “Mensalão”) para aparelhar o estado e manter-se indefinidamente no poder. Para isso, fizeram um cuidadoso trabalho de reescrever nosso passado recente, contando apenas um lado da história. Assim, terroristas que mataram, assaltaram, explodiram bombas visando única e exclusivamente implantar uma ditadura comunista no Brasil tornaram-se lutadores imaculados pela liberdade do povo brasileiro. Militares foram execrados e são olhados com desconfiança por grande parcela de nossos jovens que desconhecem os dois lados da história. Já dizia Rui Barbosa: “uma nação que confia em seus direitos em vez de confiar em seus soldados, engana-se a si mesma e prepara a sua própria queda”.
    Houve excessos do lado dos militares? Claro que sim. Mas, tais excessos também ocorreram do lado dos guerrilheiros comunistas, que hoje estão à frente do poder no Brasil. Sim, vou repetir: comunistas. Era isso que eram. E é isso que continuam sendo. Mas, na torpe maneira de reescrever nossa história recente apaga-se um lado em benefício do outro. Se, no processo, for preciso mentir, ludibriar ou ocultar fatos é de somenos importância. O importante mesmo é perpetuar-se no poder.
    O risco de uma verdadeira guerra no Brasil, interna, fratricida, cruel, sangrenta e prolongada é real. Pode ser que não seja imediata, mas, no atual andar da carruagem parece inevitável. Quem a pede seja do lado do PT (com o exército do Stedile, apoiado por militares venezuelanos e cubanos, infiltrados no Brasil ou prontos para aqui invadir, a pedido/comando de quem ocupa/ocupou o Planalto) seja do lado daqueles que bradam por uma intervenção militar não sabem nem de longe o sofrimento que é uma guerra fratricida. Não conseguem visualizar o futuro sangrento de um país em guerra interna. Mas, é bom lembrar: se não fosse a decisão de combater Hitler e o nazismo que culminou na mais sangrenta guerra da qual se tem notícia, com estimados 60 milhões de mortos, entre pessoal civil e militar, hoje, você caro leitor estaria falando alemão, vivendo sob um dos regimes mais tirânicos e cruéis que o mundo já viu, morando em uma cidade sem negros, pardos, judeus, ciganos, aleijados, incapazes ou qualquer outra pessoa que não comungasse com os ideais nazistas. Conclusão: guerra é acontecimento que deve ser evitado a todo custo, mas, chega um ponto quando não dá mais simplesmente para fechar os olhos e fingir que as coisas estão indo às mil maravilhas…
    No próximo dia 15/03 eu irei para a rua e levarei meu filho de oito anos comigo. Quero mostrar-lhe que democrática e pacificamente um povo, se quiser, pode alterar o seu destino. Espero, confio em Deus que as vozes da insensatez se calem e dêem ouvidos à razão. Que a democracia, a verdade e a justiça prevaleçam. Mas, estou também preparado e vigilante. Lembro de uma frase, cujo autor me escapa, que diz: “o verdadeiro soldado não luta porque odeia o que está à sua frente, mas, sim, porque ama o que está atrás dele”. Não é com alegria que escrevo essas linhas. Meu coração está sombrio. Não quero e não desejo uma guerra no meu país. Mas, não me submeterei à mentira. Não me submeterei à ameaça e ao medo. Não me submeterei a quem espolia o Brasil. Não me submeterei a quem, vestido de ovelha tem se revelado lobo. Chega de ignomínia! Basta de corrupção!
    Brasil! Acima de tudo!”

    Artigo escrito pelo Advogado Robson Merola de Campos, em 11/03/2015

  12. INTERVENÇÃO MILITAR SIM.FAZER LIMPEZA GERAL . FAZER UMA FAXINA GERAL .TIRAR TODA SUJEIRA QUE ESTÁ DEBAIXO DO TAPETE . TODOS PARTIDOS POLÍTICOS ESTÃO CONTAMINADOS . TEM COMUNISTAS QUE FORAM EXILADOS NO REGIME MILITAR E HOJE ESTÃO POUSANDO DE BONS MOÇOS.

  13. navega disse:

    já estar na hora de convocar mesmo que extra oficial os reservistas de 1992 prá cá;

  14. José Paulo Travassos de Arruda disse:

    Também fui da turma de 70/71 do 15º RI e concordo em gênero, número e grau com Adelio Correia de Araujo.
    José Paulo Travassos de Arruda.

  15. Caro General
    O povo brasileiro foi com coragem e determinação para as ruas mesmo com as ameaças de Lula e Stédile com seu “exército vermelho”.
    Quando os dois ameaçaram a Nação Brasileira, cometeram um crime… Correto?
    Então por que não foram chamados a dar explicações ou mesmo processados?

  16. Gustavo disse:

    Boa noite GENERAL. Esse texto, nesse site. Diz que o país poderia entrar no Caos se houvesse algum tipo de intervenção armada. Isso é verdade? Os militares não poderiam conter a esquerda e criar um novo governo rapidamente, como fizeram no passado?

    http://sociedademilitar.com.br/wp/2015/01/intervencao-militar-uns-querem-e-outros-tambem-o-que-aconteceria-com-o-brasil-se-as-forcas-armadas-resolvessem-intervir.html O texto é esse:
    … As forças armadas reprimiriam as manifestações, mas como certamente haverá policiais e agentes de segurança ainda fieis ao governo em meio aos insatisfeitos, haveria muita violência, feridos e mortos de ambos os lados. É quase certo que o Brasil enfrentaria um longo período de caos generalizado, talvez por muitos meses, ou anos. Pelas proporções continentais do país, é impossível prever os desdobramentos dessa questão. Ha grande risco de solução de continuidade da federação. … Muitas pessoas têm dito nos campos para comentários aqui da Revista Sociedade Militar que um governo corrupto mata muito mais do que uma guerra civil, que o desvio de dinheiro que poderia ser aplicado em saúde e saneamento acaba por ceifar milhares de vidas. Sem contar a criminalidade que ceifa dezenas de pessoas todos os dias. Sim, tudo indica que isso é verdade. Mas, ainda assim devemos a todo custo procurar uma solução pacífica para as questões que nos afligem.
    Enquanto existirem vias democráticas a sociedade deve buscar o protagonismo político.
    Paramos por aqui com essa descrição fictícia, mas provável.
    Cremos que deu pra ter uma pequena ideia de que uma “intervenção” não é algo tão simples. Os acontecimentos acima descritos, e milhares de outros não descritos, afetariam o TODO da sociedade brasileira, 200 milhões de pessoas. …”

    • Gustavo, eu já havia lido este texto. Ele descreve o que os militares chamam de “jogo da guerra”, isto é, estudar as consequências das suas ações táticas em face das reações esperadas do inimigo. O articulista, usando este mesmo método, procura mostrar que uma intervenção militar só se justifica se o mal que visa a evitar é maior do que o seu próprio. Não é uma coisa simples, uma quartelada irresponsável.
      Uma açãodas FFAA neste momento e nas circunstâncias atuais seria o princípio de uma guerra civil e, como diz o autor: “devemos a todo custo procurar uma solução pacífica para as questões que nos afligem”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s