O “não” do Exército às verdades de ocasião!

Caros amigos

O Comandante do Exército, Gen Eduardo Villas Bôas, há 15 dias, no velório do sempre admirado Gen Leônidas Pires Gonsalves, antigo Ministro do Exército, dirigindo-se ao velado declarou:

“Gen Leônidas, os soldados do seu Exército não consentirão que a retidão do seu caráter e a transcendência de sua alma sejam maculadas por versões históricas capciosas e tentativas de impor verdades de ocasião”.

No momento em que a insustentabilidade das circunstâncias tira a máscara dos falsários, expõe suas mazelas e mentiras, o Comandante do Exército torna pública a sua intenção e deixa claro que para (re)contar a história é preciso, antes de mais nada, ter estatura moral e retidão de caráter acima da transcendência da alma de um Soldado como Leônidas Pires Gonsalves.

É a atitude esperada e a postura coerente do General que, ocupando o cargo do homenageado, reafirma os valores patrióticos e os compromissos morais do Exército de Caxias, o Exército de Sempre!

Já disse e não canso de repetir!

Como instituições e como segmento da sociedade, as Forças Armadas têm direito à opinião, o dever democrático de manifestá-la e, com ela, contribuir para a segurança do Estado e para a construção da opinião pública, base de sustentação da democracia.

São equívocos aceitar, sem contestação, mentiras sobre um passado que até ontem era motivo de comemoração, não defender e propalar a verdade histórica – como se dela não se houvesse tirado ensinamentos – e permitir que a Nação imagine suas Forças Armadas divididas pelo tempo, separadas pela própria história e desinteressadas pela garantia da liberdade democrática.

A indiferença diante da ofensa contratada e do desrespeito à imagem das Forças Armadas e às biografias dos homens de bem que protagonizaram sua história é, portanto, equívoco que o Comandante do Exército, oportunamente, passa a corrigir!

Gen Bda Paulo Chagas

= Nenhuma ditadura serve para o Brasil =

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

13 respostas para O “não” do Exército às verdades de ocasião!

  1. Esperamos em Deus e em nossas Forças Armadas a libertação da Pátria de mãos tão insidiosas, que insistem em massacrar o que temos de melhor: honestidade e amor à Nação. Bendito seja. Esperamos confiantes. Grande abraço, Exmo Sr. General Paulo Chagas. (Nunca me esqueço dos bons tempos quando a TV anunciava o pronunciamento do Presidente : “Agora, a palavra do Excelentíssimo Presidente da República, General….)” Ainda repito o gesto.

  2. Rodrigo Augusto disse:

    Prezado Gen Paulo Chagas

    Caso a Sra. Dilma seja forçada a deixar o poder, por impeachment ou força maior, o Sr. acredita que poderíamos ameaças de invasão por parte da Venezuela o resistência dos militantes do PT, ou seja, MST, CUT, UNE, entre outros? O Brasil teria chance de vencer a Venezuela em caso de uma guerra?

    • Caro Rodrigo, eu é que lhe pergunto: Que chance você pensa que teria a Venezuela em uma guerra contra o Brasil?
      Quanto aos petistas, MST e caterva, são caso para a polícia não para Forças Armadas, já que o impeachment é um processo legal, previsto na Constituição.
      Simples assim…

  3. Alonso disse:

    Prezado Gen Paulo Chagas
    Estou muito preocupado com a quantidade de Fuzil AK-47 que estão sendo apreendidos no Rio de Janeiro. A descoberta da polícia do Rio de uma nova rota do tráfico internacional de armas pesadas: fuzis automáticos, que vêm sendo apreendidos em número recorde, estão vindo da Venezuela. Desde o início do ano foram 126 armas (2014 foram 82 Fuzis) desse tipo apreendidas com bandidos.
    Infelizmente na área (zona norte – RJ) em que eu moro, a violência aumentou drasticamente e vivemos acuados pela bandidagem, até quando vamos (nós militares) permitir esse absurdo?
    Adicionado a isto, o aumento da entrada de haitianos (homens entre 20 e 40 anos de idade) que chegam ao Brasil por Rio Branco e são trazidos para São Paulo com ônibus bancados pela prefeitura de São Paulo (PT), depois disso estão sendo distribuídos pelo Brasil (principalmente no Sul). Ninguém comenta nada sobre o assunto, os nossos líderes militares estão atentos a isto?
    Que Deus abençoe o Senhor.

    • Caro Alonso, considerando que o Gen Villas Bôas já disse, para conhecimento de todos, que comanda o Exército de Sempre, o exército em que você e eu fomos formados, não nos pode restar dúvida de que tudo que nos causa apreenção, também aos da ativa causa e, consequentemente, tem sido motivo de investigação e acompanhamento.

  4. JB.Santos disse:

    Prezado General Paulo Chagas a Sueli Ambrosio acima disse que espera em Deus e nas nossas Forças Armadas uma solução para o problema que o nosso Brasil está enfrentando hoje em dia que é a intenção do PT e PSDB e outros partidos de esquerda em implantar aqui no Brasil e América Latina e Central o comunismo bolivariano-castrista. Eu tenho um documento de Denise de Carvalho do Twitter que dá a estratégia para isso e estou enviando para o senhor analisar e ver se essa estratégia seria correta. Depois gostaria que o senhor desse a sua opinião sobre isso.Desde já expresso meus agradecimentos, segue abaixo o texto:

    http://www.publikador.com/
    http://www.publikador.com/sem-categoria/luizbezerrasud/2015/04/estados-unidos-da-america-ja-estar-apar-de-uma-situacao-de-possivel-intervencao-militar-no-brasil/
    Por Luizbezerrasud em 5 de abril de 2015
    @denisedecarvalho
    Debate no publikador 183 comments
    Estados Unidos da América já estão a par de uma situação de possível intervenção militar no Brasil.
    Denise de Carvalho
    Denise de Carvalho há 2 meses
    Quando Chavez tomou o poder as fôrças armadas da venezuela fizeram o contra-golpe. A população saiu às ruas em protesto às FFAA chamando-os de ditadores. Resultado disso: Chavez voltou ao poder e mandou matar os generais entre outros que tentaram o contra-golpe. Entende pq as FFAA não vão fazer intervenção sem que milhoes da população peça nos quarteis? Ela só o fará mesmo qdo o PT der o golpe. Com o confronto teremos a guerra civil. Para que não cheguemos nesse ponto seria necessario que o povo brasileiro parassem de perder tempo pedindo impeachment (mesmo pq isso não adianta em nada. Sairia a Dilma mas o socialismo continuaria com os outros) e saíssem às ruas pedindo intervenção militar, como fez o Egito. Será necessário uma posição do povo mais efetiva, uma greve geral que causa disturbio tb ajuda.
    No Egito a população conseguiu a intervenção militar permanecendo nas ruas pedindo por 18 dias seguidos.

    • Caro JB, não conheço a Sra Denise nem seu embasamento argumentativo para prever uma intervenção militar, coisa que é possível que aconteça sempre que for necessária para evitar um mal maior do que ela própria, não é preciso grandes estudos para se chegar a esta conclusão.
      Na Venezuela, Chavez se elegeu com apoio das FFAA e manteve-se no poder com seu respaldo. A revolução que o tirou do poder só logrou êxito por algumas horas, porque os militares o repuseram no cargo logo em seguida, reforçando o poder que ele já tinha antes do golpe. Isto reforça a tese de que ninguém faz revolução sem apoio das FFAA e as FFAA brasileiras não apoiarão um golpe do PT ou do FSP.
      Na Venezuela, há militares presos, inclusive Generais, mas ninguém foi fuzilado.
      No Egito a população não ficou na rua 18 dia pedindo intervenção militar, mas a mudança do governo.
      É assim que vejo as coisas. As soluções radicais, simplistas, não são eficientes nem duradouras.

      • A sra. Denise que eu também não conheço, conta assim como a maior parte da população brasileira, com a ação daqueles que tem a força pra tirar do poder os tiranos que sugam IMPUNEMENTE a alma dos brasileiros, já que NINGUÉM ou NADA parece segurá-los. Uma vez senhor general, que um povo DESARMADO não pode fazer isso, parece legítimo que as FORÇAS ARMADAS o façam por nós!!

      • Jose Maria, as FFAA do Brasil nunca lhe faltaram, pense nisso…

    • Marilda disse:

      JB. fiz história, e sou professora, achei ótimo seu comentário. tudo que estudei, na faculdade, para concursos públicos, e etc… nunca vi resolver esse problema com uma simples saída na rua. Se o povo brasileiro fosse corajoso, o que resolveria era greve geral, nada em funcionamento. um dia, depois uma semana, o governo cai, porque ele não tem em hipótese alguma como permanecer sem o povo. Neste caso, as forças armadas pode deixar para agir muito tarde, já com uma guerra sangrenta. A constituição leva as FA a demorarem muito para agir. Abraços.

  5. João disse:

    Caríssimo General.
    Deixo aqui a minha singela opinião.
    A minha visão sobre o rumo que devemos tomar me parece tão simples e fácil de ver e entender.
    O nosso congresso não tem mais solução.
    Nossas instituições estão todas corrompidas.
    Nossa democracia é uma farsa.
    A única esperança de quem é sensato está nas mãos das Forças Armadas.
    A única solução para o Brasil é uma intervenção militar.
    Por meios democráticos, querer resolver o problema do Brasil é pura utopia, de uma mente que beira a infantilidade e esse é o meu ponto de vista.
    Meu sincero respeito e muito obrigado.

  6. Prezado General Paulo Chagas, hoje, em grande parte através de suas explanações e respostas aos nossos questionamentos,consigo entender por que nossas FFAA ainda não intervieram.Tenho também estudado,lido pareceres de diversos juristas.Parabenizo-o pela sua atuação democrática na luta pelos nossos direitos! Acabei de escrever um texto enorme em resposta a algumas pessoas que se queixavam da omissão do nosso Exército,ridicularizando o senhor por causa das agressões sofridas no Congresso.Esses são,com certeza,aqueles acomodados já mencionados pelo senhor, que aguardam as armas para solucionarem nossos problemas (como se fosse possível) só que,em seguida: “Fora militares!, Devolvam a nossa mal vigiada,mal aproveitada Democracia ! Fascistas! Golpistas! Torturadores” … e por aí iria…Um contrassenso : pedirem ajuda a uma Instituição na qual não confiam,que chamam “covardes”!
    Tenho orado,pedido ,mais do que nunca ,que Deus ilumine nossos comandantes,nossos soldados, nosso povo! Estou bastante sozinha na escola onde leciono e embrulha-me o estômago ouvir tantas incoerências absurdas sobre o regime militar,sobre o momento histórico grave que atravessamos! Pior: ouvir de supostos intelectuais,historiadores e/ou professores,”educadores”! Tenho sim medo,General! Receio o que possa vir,mas confio,confio sim nos que foram (e ainda são por muitos) chamados golpistas no passado; que,hoje,são chamados covardes,mas que sempre agiram ou não para o bem do povo brasileiro! Decepcionou-me muito o professor Olavo de Carvalho colocar nossas FFAA na sua “lista” de inimigos da nação! Disse isso a ele! Há pouco tempo atrás escreveu ele um artigo autoexplicativo e muito coerente sobre o porquê da FFAA não terem agido ainda.De repente, escreve e repete que são inimigos nossos! Nossa! Que difícil tem sido! Ele influencia tantos jovens,senhor! Devia ser mais cuidadoso,menos impulsivo! Se não sabia o que dizer mais ,que se calasse!
    De minha parte,confio que, como o senhor já disse,nossas FFAA jamais serão socialistas,jamais se curvarão ao comunismo, pois são pela Liberdade e seu partido é o Brasil!

    Boa luta para nós todos que amamos nossa pátria e a queremos na trilha do desenvolvimento,do progresso econômico,cultural, moral como já esteve no passado!
    Abraço,General!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s