A manobra retardadora do PT

Caros amigos

Quase todas as manobras políticas podem ser equiparadas às manobras militares.

No caso vivido atualmente pelo Brasil, sob a égide do Partido dos Trabalhadores, a crise recessiva – com estagnação, inflação e desemprego crescentes – é o ambiente em meio ao qual o Governo Dilma está sofrendo a rejeição da sociedade, agora esclarecida, e de seus representantes no Legislativo e em parte do Judiciário.

A manobra, imposta pela circunstância ao PT, é uma “Ação Retardadora”, que visa salvar o que puder ser salvo do seu outrora pujante poder político, conquistado através de mentiras e de manobras diversionárias que escamotearam, enquanto foi possível, as suas verdadeiras intensões e a sua patética capacidade gerencial.

Ou seja, o PT agarra-se ao poder como pode e o quanto pode, utilizando posições de retardamento sucessivas, ou medidas econômicas paliativas, trocando um mínimo de desgaste pelo máximo de tempo de permanência no poder, sem resolver ou querer resolver o problema que, pelo contrário, cada vez mais se agrava.

O prazo estabelecido para durar na ação são os quatro anos do mandato da Governanta Dilma Rousseff, ao fim dos quais, derrotado, entregará o poder aos vencedores e será acolhido por seus poucos aliados nas fileiras da oposição.

Com o poder de combate que lhe restar preservado, valendo-se das armadilhas que deixar escondidas atrás de cada porta e das vulnerabilidades naturais do momento em que os vencedores se estiverem organizando no poder, o PT retomará a ofensiva usando a tática que mais conhece, a do terrorismo e da mentira, acusando-os de adotarem as medidas radicais que eles deixaram de adotar quando eram oportunas e que se terão tornado ainda mais radicais diante do paroxismo da crise econômica, política, social e moral que ele e a doutrina bolivariana do Foro de São Paulo criaram.

Assim, da análise da operação lógica do adversário, cabe à sociedade e aos que representam seus interesses no Congresso e nas Cortes de Justiça reforçar e acelerar a ofensiva legal para desalojar o PT do poder o quanto antes, o que irá malograr sua manobra retardadora e minimizar os já gigantescos  danos causados ao patrimônio nacional e à democracia brasileira.

A recuperação do Brasil é uma operação de longo prazo que exigirá, entre outras coisas, muito trabalho, paciência, saneamento físico e moral, expurgos, sacrifícios, honestidade, vigilância, determinação, coragem, competência, isenção e, principalmente, muito e sincero amor ao Brasil!

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

14 respostas para A manobra retardadora do PT

  1. Antonio Carlos de Andrade Leite disse:

    Caro General
    Na atual crise muitas informações são infundadas, uma em especial nos chama atenção, o treinamento de guerrilha e ate armamento de guerra por parte dos movimentos sociais, MST, cut, etc. No meu entendimento, esta informação não tem cabimento, pois acredito que um movimento desta magnitude seria rapidamente combatido por nossas forças armadas, independentemente de governo.
    Gostaria que o senhor comentasse sobre estes boatos de treinamentos de guerrilha em nosso território, isto seria possível?
    Grato.

  2. Antonio Carlos de Andrade Leite disse:

    General
    Os recursos estão se esgotando, STF esta conseguindo melar a lava a jato, como já vinhamos comentando quem faz a lei é o pt e o foro de SP, o momento esta chegando.

    • Caro Antônio, de quem são os recursos que estão se esgotando, do PT ou os nossos? Apenas 7% dos brasileiros ainda dão crédito ao governo, será que 93% dos brasileiros são tão piores do que estes 7%, a ponto de considertarem-se derrotados ou em vias de ser? Eu penso que não e, graças a Deus, ainda acredito que os brasileiros não querem ser dominados por esse tipo de gente.

      • Antonio Carlos de Andrade Leite disse:

        Eu digo os nossos recursos q estão respaldados pela lei e pela ordem, o pt aparelhou o Estado, ministros não honrosos ao juramento que fizeram, utilizam-se das brechas da lei para implantar a ideologia petista. Quando o braço forte da lei ultrapassa os limites constitucionais, outro braço forte tem que fazer honrar a constituição.

  3. RAFAEL AMARAL disse:

    Caro Sr. General:
    Diante da caótica situação que o Brasil vive hoje, com o PT destruindo tudo.
    Gostaria de saber a sua opinião sôbre uma intervenção militar?
    General a maioria do povo esclarecido hoje deseja uma intervenção militar para botar ordem na casa..
    de vez em quando estou divulgando seus artigos em meu blog, o Sr. tem alguma objeção por isso?

    • Caro Rafael, não tenho nenhuma objeção à divulgação dos meus textos e se você quer saber o que penso sobre intervenção militar, leia os textos: “Circunstâncias e condicionantes para uma intervenção militar” e “Intervenção Militar jã?”.

  4. IP MN disse:

    Prezado General. Convido-o a participar do Direita Livre, grupo no facebook que congrega diversos brasileiros que se uniram pela libertação do Brasil do jugo vermelho. Há membros de todas as matizes, entre conservadores, liberais, nacionalistas e gente da ESG. Mas todos juntos pela defesa da Nação, e com respeito à posição de cada qual. Seus posts serão muito bemvindos por lá. Segue o link: https://www.facebook.com/groups/direitalivre/ . Também há o site, onde V.Sa. poderá encontrar meus textos: http://www.direitalivre.com. Cordiais saudações.

  5. Procópio disse:

    No fim de 2016 veremos uma gigantesca perda de poder do PT, a eleição das prefeituras parece algo sem muito peso, porém é o que “financia” muito o partido. Por pior que seja a situação atual e de futuro próximo (Não acredito em nenhuma recuperação para antes da metade do ano que vem), a população aprendeu e se manterá (talvez não integralmente) muito mais vigilante. Os futuros governos vão ter que andar muito mais na linha, os deslises custarão muito caro

  6. Rodrigo de Souza disse:

    Prezado general Paulo Chagas,

    Entendo que a iniciativa deve partir do próprio povo, porém como seria a reação dos Forças Armadas caso ocorresse, mesmo que pacificamente, uma intervenção popular diretamente em Brasília?
    Creio que a preocupação de muitos seria a reação das Forças Armadas, inclusive da polícia local.

    • Rodrigo, as FFAA não se colocarão contra qualquer atitude popular que esteja dentro da lei e da ordem.

      • Rodrigo de Souza disse:

        Entendo, prezado general. Mas o problema é que nem todos os políticos sentem a pressão das ruas, principalmente comunistas, já que a Smartmatic e Toffoli podem cuidar de suas reeleições.
        Acredito que somente o povo intervindo em Brasília, bloqueando as entradas de todos os corruptos (em sua maioria comunistas), pode livrar o Brasil do totalitarismo comunista. Mas, obviamente, sem baderna ou quebra-quebra, mas pacificamente, “plantados” em frente ao Congresso Nacional, Palácio do Planalto, etc. Neste tipo de intervenção, as FFAA estariam com o povo?
        Me preocupo porque se nada for feito, nosso futuro será sombrio.

      • Rodrigo, as FFAA têm por missão manter a ordem e assegurar o cumprimento da lei. O protesto do povo, como você descreve, não me parece desordeiro ou fora da lei.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s