Os Diplomatas, o Ministro e o General

Caros amigos

Desde a criação do Ministério da Defesa (MD), tenho dito que a chefia desta pasta deveria ser confiada a um Diplomata. Continuo a pensar assim, apesar das duas experiências desastrosas que tivemos com José Viegas e Celso Amorim.

Julgo que, sendo a Defesa uma componente da Política Externa, nada mais lógico do que colocar no MD um Embaixador comprometido por vocação, formação e princípios, unicamente, com os interesses do Brasil, como são, pelas mesmas razões, os militares.

Da mesma forma e por coerência, os Ministros da Defesa deveriam ser compelidos a proceder com as mesmas restrições lógicas que disciplinam o comportamento dos militares, isto é, deveriam restringir sua atuação e manifestações políticas aos temas que envolvem os interesses corporativos e profissionais das instituições militares e sua missão constitucional: defesa da Pátria, garantia do cumprimento das leis e manutenção da ordem interna.

Estas condicionantes explicam o fracasso das duas escolhas citadas, porquanto, ambos, tinham vínculos partidários e ideológicos com os governos a que serviam, e, como Ministros da Defesa, não tinham convicções e comportamento assemelhados aos dos militares, ou seja, não tinham o Brasil acima de tudo, mas o partido, suas propostas e seus compromissos ideológicos!

Assim pensando, em que pese o comportamento histórico do político Aldo Rebelo em defesa dos interesses militares no Congresso Nacional, o que lhe permitiu, muito justamente, integrar a “tropa amiga” naquela instituição, julgo patética, descabida e incoerente a sua participação na propaganda eleitoral do seu partido, o PC do B.

Embora sendo membro efetivo, e também histórico, do desgoverno que destruiu o Brasil e que, consequentemente, colocou em xeque todos os projetos estratégicos do seu Ministério, o Sr Aldo Rebelo, ao permitir-se participar de uma investida contra a verdade, já como Ministro da Defesa, dá provas de que, em sua escala de valores, o partido e a ideologia competem com os interesses do Brasil, contrastando com o exemplo que se espera de um brasileiro investido dessa função!

Apesar da sua reconhecida e louvável atuação parlamentar em benefício das causas dos profissionais das armas, comportar-se mais como político do que como Ministro da Defesa – pasta que visa a ser reconhecida como “órgão de Estado”, integrador da segurança e da defesa nacionais, e que pretende coordenar o esforço integrado e a direção superior das FFAA -, além de depor contra o elevado conceito de “tropa amiga” do Ministro Aldo Rebelo, abre precedente para que os homens e as mulheres que empunham as armas da Nação, apesar do controle e da disciplina a que são necessariamente submetidos, sintam-se “autorizados” a agir da mesma forma em defesa dos valores patrióticos que os fizeram ser, antes de mais nada, Soldados da Pátria!

Aí reside, provavelmente, a razão dos oportunos comentários, avisos e alertas preventivos feitos pelo Gen Antônio Hamilton Mourão Martins aos seus comandados durante sua profícua passagem pelo Comando Militar do Sul, pois, se um Ministro da Defesa se permite propalar as propostas ideológicas do seu partido e fazer propaganda enganosa de um governo falso e desonesto, porque um General de Exército, em qualquer função, deveria negligenciar do dever profissional de alertar seus comandados para as ameaças, até de emprego militar, que visivelmente pairam sobre a Nação?

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

21 respostas para Os Diplomatas, o Ministro e o General

  1. Lygia Maria disse:

    General,
    Estamos nas mãos destes antipatriotas?
    Até quando temos que suportar esses “caras-de-pau” , sínicos…???

  2. O Povo Brasileiro já vem alertando sobre esse assunto há muito tempo…A Voz do povo é a Voz de Deus…”Bandeira do Brasil…NINGUÉM te manchará…seu POVO varonil…isso não conceberá…”

  3. Clayton Kikugawa disse:

    Amigo General.
    Estamos chegando num ponto sem volta, será que poderemos ganhar a guerra, sem desembainhar a espada?
    Temos uma olimpíada no próximo ano e o país está um verdadeiro paiol de pólvora.
    Enquanto isso, nosso vizinho Nicolás Maduro, efetivará a compra de mais 12 su-30, com ajuda da Rússia. Além de blindados recebidos da China, sabe-se lá com que recursos…
    Temos visto M-60 em Roraima, astros 2020 no Amapá, doações de carros de combate pelos Estados Unidos.
    Penso que a ousadia dos vermelhos está indicando uma SOLUÇÃO FINAL, pois Lula está para ser preso e o impeachment é quase inevitável. Nas palavras do coronel Moezia “isso seria o fim deles”.
    Dessa feita, o povo não aceitará anistia, pois já estamos muito castigados e as demonstrações de covardia e crueldade por parte dos TRAIDORES e FACíSTAS, nos surpreende a cada dia.
    De qualquer forma fico contente, pois teremos a chance de lutar a boa luta.
    Gostaria de parabeniza-lo pelo seu penúltimo texto: ” É muito importante que os militares manifestem-se para a nação”, pois foi prenúncio do episódio da transferência do Gen. Mourão, que, muito eloquente descrevia o “estatus quo”, fazendo uma leitura de conjuntura acurada e a altura de sua excelente formação.
    Seus textos têm sido um alento para todos nós.

    Muito obrigado. Que deus abençoe.

    Clayton kikugawa.

  4. JB. Santos disse:

    Prezado General Paulo Chagas, estou lhe enviando a seguinte notícia que está circulando nas redes sociais e blogs anti-PT, parece que é um boato, mas é bom tomar cuidado, gostaria que o senhor desse sua opinião a respeito, é a seguinte:

    O Brasil está sob ameaça da CHINA e da RÚSSIA.
    Segundo informações de bastidores (passadas por um informante anônimo) o PT fez um acordo com o governo CHINÊS, para que a CHINA envie centenas de milhares de chineses pra OCUPAR o BRASIL.
    E eles irão colocar o Brasil “nos trilhos” deles.
    A China vai invadir o BRASIL entre final de 2016 até final de 2017, no máximo até 2018.
    Segundo esse informante anônimo, a China estaria interessada em manter o PT no poder porque o PT ajuda no esquema do Foro de São Paulo que é uma criação da KGB (atual FSB russa), que é alinhado nos BRICS e na SCO.
    Logo, o Brasil não pode ser governado por outro partido ou grupo que ROMPA esse alinhamento ideológico.

    Sem mais para o momento, um abraço!

    • Amigo, isto só seria verdade se a China e a Rússia estivessem desejando provocar a 3ª, e derradeira, Guerra Mundial…

      • Paulo Roberto disse:

        Não acredito, nem por um momento, que o exército da China ou Rússia pensariam em invadir (diretamente) nosso país. Por um simples motivo: Não haveria necessidade. O comunismo está se infiltrando em nossa sociedade pela base. Existe um vídeo no Youtube que é uma aula dada por um ex agente da KGB com o passo-a-passo para infiltração em uma sociedade, o vídeo é da década de 80 e é impressionante como todos os passos estão ocorrendo no Brasil (e não é de hoje). Sempre aprendi que a Família é a base da sociedade, e os valores familiares é que estão sendo dilapidados em nosso país. Voltando ao assunto principal, mesmo na remotíssima hipótese de uma invasão direta de exércitos comunistas, ninguém irá mover uma palha para nos defender. Esta República de Bananas (exatamente isso é que são os republicanos deste país) não seria defendida por ninguém.

      • Caro Paulo Roberto, lamento que você tenha perdido a vontade de reagir…

  5. Marcelo disse:

    Concordo. As movimentações do exército brasileiro preocupam mais os governos estrangeiros do que a população brasileira.
    A defesa brasileira deveria ser gerida a partir do Itamaraty.

  6. Victor disse:

    Um Déjà vu!
    Igual a mãe que aguarda a oportunidade de um sarcástico “EU NÃO LHE AVISEI???”

    • Daniel Lucas Antonini disse:

      Excelente. Muito instrutivo para esclarecer aos brasileiros muita coisa que aqueles de olhos atentos estão vendo claramente acontecer aqui no Brasil. Veja o vídeo, general. São apenas 9:51 mins.

  7. Perfeito o texto, General!

    São esses dois pesos e duas medidas que vivem a ofender a inteligência do homem médio neste país.

    Um General, que notadamente serve ao país através do Exército de Caxias, deveria se calar diante do caos em que vivemos. Já o Ministro da Defesa, seu superior hierárquico, intimida o povo e defende o confronto ainda que, pelos meios legais, haja o Impeachment, enfim, é exemplo contrário daquilo que cobra de seus subordinados, PARADOXAL.

    A moral significa muito para uma tropa que, ao contrário do que possa parecer para muitos, também pensa, também é cidadã.

    Uma pergunta: Como esse indivíduo, que chamam de Ministro da Defesa, pode representar as FFAA depois de todo o besteirol por ele dito no programa ao vivo?

    Com que moral, eu pergunto ????

    Lamentável….

  8. Jorge Alberto Escosteguy disse:

    Prezado General:
    O programa do PCdo B, do qual participou o Sr. Rebelo, foi um acinte, uma afronta às instituições nacionais às quais compete ao nosso EB, entre outras forças, cuidar.
    Percebi até uma certa “chamada” pra guerra, “pro pau”…
    Quanto ao Gen. Mourão, exerceu legitimamente sua obrigação de mostrar à tropa que o comando conhece e avalia os possíveis desdobramentos que a caótica situação politica do pais pode desencadear.
    Até porque, se for apenas para seguir normas e regulamentos, não precisamos formar generais, bastam recrutas.
    Penso também que, muitos panos quentes, como os que nossos lideres militares vem colocando, podem acabar produzindo queimaduras no tecido que pretendem proteger.
    Sem nunca esquecer que nosso EB é um dileto filho de todos os brasileiros.
    Um abraço.

  9. “Daí Pão a Quem tem Fome “
    Certa noite, ao entrar em minha sala de aula, vi no mapa mundi, o nosso Brasil a chorar.
    – “O quê houve meu Brasil Brasileiro ¿” Perguntei-lhe. E Ele espreguiçando-se em seu berço esplêndido, esparramado e verdejante sobre a América do Sul, respondeu, com suas lágrimas amazônicas :
    – “Estou sofrendo. Vejam o quê estão fazendo comigo !. Antes , os meus bosques tinham mais flores, e meio seio, mais amores. Meu povo era heróico e seus brados retumbantes. O sol da liberdade era mais fúlgido e brilhava no céu a todo instante. Onde anda a liberdade ¿ Onde estão os BRAÇOS FORTES ¿ Eu era a Pátria Amada, Idolatrada. Havia paz no futuro e glórias no passado. Nenhum filho teu fugia à luta. Eu era a Terra adorada e dos filhos deste solo, a Mãe gentil. Eu era gigante pela própria natureza, que hoje devastam e queimam, sem nenhum homem de coragem às margens plácidas de algum riachinho, tenha a coragem de gritar mais alto, para libertar-me desses novos tiranos, que ousam roubar o verde-louro de minha flâmula.”
    – Eu, não suportando as chorosas queixas do Brasil, fui para o jardim. Era noite, e pude ver a imagem do Cruzeiro, que resplandece, no lábaro que ostenta nosso país estrelado.
    Pensei…Conseguiremos salvar este país sem BRAÇOS FORTES ¿
    Pensei mais…QUEM nos devolverá a grandeza que a Pátria nos trás ¿
    Voltei à sala, e encontrei o mapa silencioso e mudo, como uma criança dormindo em seu berço esplêndido.
    Redação escrita por uma jovem de 14 anos da cidade de Joinvile e transcrita por Julio Guatelli.

  10. Sargento Aluizio disse:

    Exmo. Sr. General.
    Sou um Sargento R/R da Força Aérea Brasileira, tenho 54 anos e resolvi voltar à sala de aula e, finalmente, estou finalizando o meu Curso de Direito.
    Estou completamente estarrecido com a situação bestial em nossa Pátria e, fico à pensar: como foi que deixamos isso acontecer? todavia, entendo os princípios democrático e de direito patrocinados pela nossa CRFB/88, mesmo assim, insisto, quando foi que erramos?1?!? Qual a fórmula para extrair esse tumor maligno de DESGOVERNO, que não é somente o PT, mas a forma como a política é conduzida. Acredito que, ao sair o PT do desgoverno, outro partido assumirá, com o mesmo descompromisso; com o mesmo despatriotismo; com o com o mesmo perfil e alto nível de gerenciamento da corrupção. O povo, não tem outra saída, à não ser, contar conosco, os milicos! a pergunta agora é outra: Como desfazer . . . ?????
    Parabéns pelo seu Blog.
    Estimado Comandante, conte comigo!

    Brasil, acima de tudo!

    • Obrigado pelo comentário, Aluizio! Você é a resposta ao seu próprio questionamento: Educação e Cultura. Um povo que não tem capacidade para entender o que se passa à sua volta acredita em mentiras e embarca como gado em ilusões. Parabéns pelo seu esforço, pelo seu exemplo e pela vontade ser saber e ser mais. São estas atitudes que fazem o mundo evoluir. São atitudes como a sua que os canalhas não querem ver disseminadas pelo Brasil.

  11. Cláudio Fagundes disse:

    Caro General ,
    Se possível, gostaria que desse uma olhada na matéria abaixo e fizesse a gentileza de comentá-la.

    Baseado principalmente no que o senhor tem dito, acredito que nenhuma ala do nosso Exército tem simpatia por bolivarianos, que nenhuma tática realmente importante tenha sido ensinada à comitiva venezuelana e que, por fim, esse evento tenha sido meramente protocolar. Mas, ainda que assim seja, essa notícia passa uma imagem desastrosa para quem vê no Exército a derradeira e principal barreira contra essa ideologia perversa que o seu par venezuelano representa. Era realmente necessário o Exército brasileiro participar de algo assim?

    Desde já, obrigado.
    Abçs, Cláudio

    http://www.sociedademilitar.com.br/wp/2015/11/batalhao-de-selva-recebeu-venezuelanos-nesse-sabado.html

    • Claudio, o Exército Brasileiro sempre teve este tipo de relacionamento com nossos vizinhos. Temos instrutores na Venezuela, Cadetes venezuelanos na AMAN, estrangeiros de muitas outras nações fazendo cursos no Brasil, inclusive de Estado Maior e de Selva. Não há novidade nisso. Não estamos em guerra contra a Venezuela.

  12. Paulo Roberto. disse:

    Fico aqui pensando com meus botões em uma retrospectiva histórica. No fim do Império ficavam, movimento republicano, abolicionistas e intelectuais tentando derrubar o imperador, como não tiveram força, apelaram ao velho Marechal e o que aconteceu: Ele depôs o imperador e não entregou o poder. Em 64 o congresso caçou Jango, pediu ajuda aos militares e quem ficou no poder? Agora os militares (estrategistas) ficam dando diversas provas de fidelidade absoluta à presidência. Aceitam tudo, aceitam um comunista como “chefe”, sacrificam uma peça importante (como no xadrez), o General Mourão (que sabia as consequências de suas declarações) se deixou sacrificar, imagino que neste meio tempo estejam os militares dizendo para presidente: Presidente, fique tranquila, estamos ao seu lado. Se o processo de Impeachment vingar é só mandar dissolver o congresso que faremos nossa parte, aí, então, adivinhem? Acontece o que sempre aconteceu, o poder é jogado no colo dos militares…

    • Caro Paulo Roberto, você está completamente enganado, felizmente.

      • Paulo Roberto disse:

        Boa tarde General. Fiz algumas considerações baseadas em fatos passados e em uma inexplicável apatia presente. Não disse que este cenário correspondia à realidade, apenas que, no meu entendimento, amarraria algumas pontas que considero soltas. Quando um estrategista como o General Mourão toma uma atitude descabida (falar o que não podia, mesmo sabendo das consequências) eu já fico imaginando uma explicação lógica para uma atitude ilógica (talvez eu seja um paranoico incurável). Pensei até em dizer que seus contra-argumentos me convenceram, mas respeito demais o senhor, e tudo que representa, para ser irônico. De qualquer forma, agradeço imensamente pela atenção e deixo claro que também não acho que um governo, mesmo que provisório, deva ficar a cargo de uma junta militar, mas talvez uma intervenção pontual, com novas eleições (impressas) já com data marcada, se mostrem a única alternativa para todo o desgoverno de nossa nação. Despeço-me com os mais sinceros protestos de estima e votos de sucesso pessoal e profissional constante.

  13. Antonio Paulino Domingos disse:

    O único que pode agora nos tirar dessa situação é o onipotente Deus

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s