Impeachment, a saída menos traumática.

Caros amigos

A minha avaliação sobre a situação da luta empreendida pelo Brasil para livrar-se do PT, mal do qual foi acometido há 13 anos, é positiva quando a faço sob o prisma do desgaste sofrido pela moléstia. As condições para a conquista do nosso objetivo principal (Fora Dilma/PT) estão cada dia mais favoráveis, ou seja, na medida em que tudo vai mal e cada vez pior as possibilidades de resistência da doença são menores.

O mundo todo, por intermédio do mercado, nos manda esta notícia. As bolsas sobem e o dólar cai a cada desgaste do governo. Basta ver as consequências da interpelação do cidadão Lula da Silva, até há poucos dias endeusado por alguns como um ser acima da lei e de todos.

A ação da Lava Jato sobre o Cafajeste Mor, auto intitulado de “jararaca”, deu-lhe mídia e oportunidade para espernear e mostrar-se como vítima da burguesia invejosa e, pior, deu-lhe ocasião para insuflar irresponsavelmente as bases insanas que ainda o apoiam, seja por ignorância, seja por temor da verdade. Preferia tê-lo visto curtir mais um pouco a ansiedade da chegada da sua hora, como devem sentir-se os condenados a espera do cumprimento da pena.

Não há mais argumentos capazes de proteger o governo, o PT e o Lula. Veja-se o prestígio da Lava Jato e do Juiz Sérgio Moro, o embargo do STF ao novo Ministro da Justiça, a autorização para continuar as investigações sobre Lula, a mudança de atitudes de “aliados” no STF, as delações do Delcídio e do ex-presidente do PP e, agora, parece, do já condenado Marcelo Odebrecht, entre outros indicadores. Quanto mais se mexe nessa massa, mais ela fede e não há como esconder o fedor!

O impeachment vai crescer de importância e de força após o 13/03 e esta ainda me parece a melhor e menos traumática linha de ação, na medida em que, sem mudanças mais significativas na estrutura institucional do País,– independente do prosseguimento da Lava Jato –  coloca o maior dos partidos na condição de ser o responsável pelo que acontecer ou deixar de acontecer na República. Isto deverá acalmar o mercado e dar início ao processo de abertura dos paraquedas antes de chegarmos ao fundo do poço!

Michel Temer sabe que depende das ruas e das FFAA para garantir a governabilidade após a saída da Dilma e do PT e, se não for burro, saberá ouvi-las e prestigiá-las na medida das necessidades e das disponibilidades nacionais.

Os militares já deixaram claro que não vão aceitar qualquer alternativa fora da legalidade, daí a importância de que sejam seguidos irrestritamente os ritos da lei e que a solução seja a mais simples.

A substituição natural da “Chefa” pelo seu “Subchefe” deverá manter a situação da ordem sob controle, mesmo com estremecimentos pontuais mais ou menos graves, já que os militares serão os garantidores do poder e da paz social e suporte à tomada das decisões politicamente incorretas que se fazem necessárias, particularmente com relação aos ditos movimentos sociais e sindicais e ao seu pouco provável apoio externo.

A reação do mercado fará o resto, isto é, mostrará aos menos ignorantes e minimamente honestos que o processo de reversão terá começado.

A presença mais ostensiva dos militares na sustentação da lei e da ordem deverá arrefecer os ímpetos, embora, possivelmente, venha a ser necessário arrestar alguns desordeiros e exaltados para assegurar o cumprimento das regras do jogo e para mostrar que o Brasil está mudando para melhor.

De qualquer forma, durante o período de governo de transição, seja ele qual for, teremos que colocar na mesa e nas ruas, com clareza e veemência, as nossas exigências para o que virá em 2019.

“Um choque de valores terá de vir da sociedade, ser aplicado nela própria, assimilado pelas famílias e adotado por um sistema educacional moral e profissionalmente depurado, desideologizado e recuperado, capaz de gerar cidadãos íntegros e cientes de que liberdade sem disciplina esgarça o sistema social”. (Gen Bda Luiz Eduardo Rocha Paiva)

É o que penso e que espero que aconteça.

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

15 respostas para Impeachment, a saída menos traumática.

  1. Dolores disse:

    Excelente! É tudo o que precisamos,Brasil nos trilhos e nós Brasileiros honrados orgulhosos e felizes diante do Mundo. Bravo Bravo!

  2. Luan Muniz disse:

    A arrogância do ex presidente lula é a sua ruína, Demorando ou não, ele pagara por tudo que ele fez sofrer a nação, direta ou indiretamente.

  3. Nelson Duarte disse:

    General!!! Pode nos brindar com sua avaliação sobre as informações contidas neste vídeo? Desde já, agradeço!!! https://www.facebook.com/loryel.rocha.1/videos/858023544306127/

    • Caro Nelson, o Professor apresenta todas as fontes das suas afirmações, portanto, não é difícil o acesso ao conhecimento detalhado das suas denúncias e tampouco é difícil nos posicionarmos, como ele sugere. O Professor não disse, por outro lado, se a solução está em saber e em tomar posições. Se esta for a solução, concordo com ele.

  4. carlosgullo disse:

    Senhor General, alguns sites escancaradamente petistas,como Carta Maior, espalham uma versão em que o rei dos cafajestes seria levado para Curitiba ,mas a Força Aérea teria impedido ,demonstrando indignação e fidelidade a Lulla. O senhor acredita que haja alguma verdade nessa suposta fidelidade ao bandido número 01? Afinal,o ministro da defesa é comunista e aliado do pt. Um cordial abraço e parabéns pelo texto!

  5. Aldemir disse:

    mesmo como militar da reserva continuo crendo nos valores militares e que estes farão a diferença no dia “D”, fazendo o fiel da balança pender a favor de um Brasil livre dos retrógrados e psicopatas comunistas.

  6. Ismael disse:

    Respeito sua opiniao Sr. Paulo Chagas…
    Mas eu acho que o Impeachment, NUNCA vai acontecer…
    E se essa for a unica saída… Parlamentarismo e Lula de Primeiro Ministro…
    E a vergonha de ser brasileiro, voltará mais forte doque nunca…

  7. Maria de Sá disse:

    Boa noite, General Paulo Chagas
    Há uma notícia em alguns sites (Diário do Poder, p.ex) de que o PMDB estaria querendo instituir uma “forma” de parlamentarismo no qual a Dilma escaparia do impeachment e manteria apenas as prerrogativas de chefe de Estado!
    Isso não é possível! A mulher é uma fraude, está enlameada com dinheiro sujo, se elegeu através de mentiras, acabou com o nosso País e não tem mais o respeito do povo. Também, é totalmente irresponsável, perdulária e para isso precisa aumentar nossos impostos. ELA NÃO PODE REPRESENTAR O BRASIL! O lugar dela é na cadeia!
    Dizem que essa idéia é do Serra, ou seja do PMDB e do PSDB e, agora com o apoio do STF.
    Será que a nossa única saída seria arrancar a corja à unha? Ontem tivemos uma manifestação enorme, linda (estive na Paulista) com tantas pessoas que era impossível caminhar e, hoje, o jararaca deverá assumir um ministério devido à culpa no Cartório e, principalmente, ao medo do Juiz Moro! Parece um jogo de xadrez, no escuro, com o adversário sempre fraudando!

    • Prezada Maria, se esta solução, que não acredito que seja adotada, não for do agrado do povo, voltaremos às ruas com efetivo maior ainda. Esta história não acabou. Demos um passo importante, mas ainda não conquistamos o objetivo.

  8. sueli ambrosio disse:

    No fim, nós sentiremos o traumatismo. Lula Ministro!

  9. Nelson Duarte disse:

    A cada dia que passa… é menos um dia de liberdade e, mais um comunista no comando!!!! Fico pensando… Será que chegará o dia que tudo vai voltar ao normal ???? A isso, devemos chamar de … Instituições ??? http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/provocacao-dilma-nomeia-aliado-de-janot-e-membro-do-mp-federal-para-a-justica-trata-se-de-um-nome-polemico-para-dizer-pouco/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s