A principal consequência do desconhecimento da verdade

Caros amigos

No dia 4 de abril de 1970, durante o período da história conhecido como “da luta armada”, um grupo da Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), do Rio Grande do Sul, tinha em seu poder um comunicado encomendado ao Comando Nacional daquela organização terrorista, redigido por Celso Lungaretti, jornalista, hoje auto intitulado “Náufrago da Utopia”, que seria enviado às autoridades após o sequestro do cônsul dos Estados Unidos em Porto Alegre, Sr Curtis Carly Cutter.

Dizia o “comunicado”:

“O Cônsul norte-americano em Porto Alegre (Curtis Cutter) foi sequestrado às … horas do dia… de… pelo Comando “Carlos Marighela” da Vanguarda Popular Revolucionária. Esse indivíduo, ao ser interrogado, confessou suas ligações com a “CIA”, Agência Central de Inteligência, órgão de espionagem internacional dos Estados Unidos, e revelou vários dados sobre a atuação da “CIA” no território nacional e sobre as relações dessa agência com os órgãos de repressão da ditadura militar. Ficamos sabendo, entre outras coisas, que a “CIA” e o CENIMAR sofrem a concorrência do SNI, sendo que essa rivalidade é tão acentuada que em certa data um agente da “CIA” foi assassinado na Guanabara por elementos do SNI. Esse informe foi cuidadosamente abafado pela ditadura, mas o depoimento do Agente Cutter, nosso atual prisioneiro, permitiu que trouxéssemos a público.”

Cumpre, no entanto, assinalar que, mesmo ferido à bala, valendo-se de seu desassombro e da incompetência dos terroristas, o Sr Cutter conseguiu frustrar o crime. Ou seja, o “comunicado”, redigido antes do sequestro, revela a base mentirosa em que a esquerda de todos os matizes estrutura as suas ações.

O degradante momento vivido pelo Brasil, reflexo da persistente construção de uma mentira hegemônica, plena de falsidades, corrupção, perseguições e malfeitos, intensificados nos últimos 13 anos, demonstra com clareza a natureza e o caráter maligno dos terroristas que, pela ação armada, queriam substituir o Regime Militar pela ditadura do proletariado.

As provas disso estão ao alcance dos nossos olhos e ouvidos em todos os noticiários e nas mídias sociais. Fernando Damatta Pimentel, vulgo Jorge, governador de Minas Gerais, ex-prefeito de Belo Horizonte e ex-ministro de estado, em vias de ser cassado e preso por corrupção, era um dos terroristas que balearam o cônsul dos EUA na tentativa de sequestra-lo e que pretendiam enviar às autoridades a mensagem falsa, cheia de mentiras, preparada antes da ação criminosa e que, com toda a certeza, teve inspiração nos mesmos “princípios” que nortearam as investigações e os relatórios dos comissários da patética Comissão Nacional da “Verdade” (sic), tão desmoralizada quanto qualquer obra, ação ou personagem da esquerda brasileira.

Relatos como este constam de um Best-Seller, em sua 11ª edição, intitulado “A Verdade Sufocada”, de autoria do Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e editado pela Editora Ser.

Os brasileiros precisam conhecer esta verdade e o real caráter de seus personagens, antes de fazer qualquer juízo de valor sobre este triste e manipulado período da nossa história.

A experiência desastrosa que levou o Brasil a maior crise de todos os tempos é a principal consequência deste desconhecimento e a razão pela qual ainda é dado crédito à argumentação de quem defende a terrorista Dilma Rousseff, principal protagonista do desastre e personagem de vulto da “Grande Mentira” (*)!

Gen Bda Paulo Chagas

(*) A Grande Mentira, livro editado pela Bibliex, de autoria do Gen Div Agnaldo Del Nero Augusto.

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

6 respostas para A principal consequência do desconhecimento da verdade

  1. César disse:

    Parabéns General por mais este importante artigo. O livro A Verdade Sufocada, deveria ser leitura obrigatória em todo ensino médio. Somente assim, as mentiras sórdidas da esquerda que domina nossa rede de ensino, seriam aos poucos desmascaradas.

  2. Nolico disse:

    “Porém, se a Pátria amada for um dia ultrajada lutaremos com fervor” (Hino do Exército).

    O Brasil está a 13 anos sendo explorado por um bando de marginais. Por isso não posso classificar a minha revolta como um ato de desequlibrio emocional. Ao ligar a TV para saber dos acontecimentos do dia, do começo ao final do noticiário só ouvimos envolvimento dos nossos representantes com atos de corrupção . Tenho 74 anos e sou reservista de 1ª categoria. Não tenho nada a perder e só me preocupo com o futuro de meus filhos e netos, por isso estou diponível para servir à minha Pátria. Com armas ou sem armas. Fico me indagando se e quando as pessoas que detêm o poder de se revoltar, irão se INDIGNAR!

  3. Detalhe, esse livro está vendendo como nunca, provando que as pessoas estão ávidas pela verdade, estava figurando como sexto mais vendido do Brasil dentre os livros de não ficção.Toda biblioteca deveria ter várias cópias.

  4. Kevin Artsu disse:

    Bandido no passado, bandido no presente, essa gente jamais se desvinculará de suas raízes, a bandidagem está no DNA destes vagabundos de caráter putrefato, estes aleijados mentais e que são apaixonados pelo dinheiro da elite deveriam ser exilados desta nobre nação, mas com um agravante: SEM ANISTIA.

    E caso voltassem clandestinamente para o Brasil, teriam como destino certo o paredão de fuzilamento, sem direito as orações do bom padre.

    Viva 31 de Março de 1964 ! Viva o Brasil ! Viva o Exército de Caxias !

  5. Paulo Roberto disse:

    Não podemos nos esquecer que foi o Capitão Bolsonaro que, com todos os riscos, inclusive agora respondendo ações no Supremo, fez a homenagem ao Coronel Ustra. Foi esta homenagem que tornou Ustra o sexto autor de não ficção mais vendido atualmente no Brasil. Quando Bolsonaro diz, com todas as letras: EU SOU A DIREITA DO BRASIL, ele não está mentindo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s