Em tempos difíceis…

Caros amigos

Não existe governo perfeito. Excetuando Lula da Silva e Dilma Rousseff, que pactuavam visceralmente com a mentira, nenhum Presidente da República seria capaz de julgar perfeita a sua gestão.

Nas condições atuais do País, por todas as razões da lógica e das evidências, não poderia pensar de outra forma o nosso Presidente Michel Temer, figurante privilegiado dos bastidores da trama e da incompetência que nos levou à bancarrota e que, hoje, exige dele e de todos os brasileiros excluídos do “foro privilegiado” o estabelecimento de um teto de gastos públicos e privados para que as respectivas contas se ajustem aos orçamentos.

Qualquer cidadão responsável e cioso de suas obrigações e finanças sabe que não há outra saída quando uma situação como esta se abate sobre uma empresa ou sobre uma família.

A aprovação, portanto, da Emenda Constitucional que estabelece o teto é uma precondição inarredável para que possamos, em futuro ainda não definido, voltar a um nível de normalidade financeira que nos permita explorar e usufruir do imenso potencial do Brasil.

Apesar dessas conclusões óbvias, há uma minoria de parlamentares, de intelectuais orgânicos da docência, de dirigentes sindicais e de arruaceiros famintos de sua ração regular de mortadela, todos de alguma forma comprometidos com a enfermidade política, econômica, social e moral de que padece a Nação, que, pateticamente, insiste em querer “parar o País” e tumultuar a vida dos que, apesar das dificuldades, querem participar e acelerar o processo de recuperação.

Para vencer as dificuldades e dar novo rumo e nova cara ao Brasil, é fundamental que o Presidente Temer domine o seu perfil de político, assuma uma postura de estadista, mais condizente com o cargo executivo que ocupa e que revele ao povo de Santa Cruz a verdadeira extensão e a profundidade da crise, legado maldito cuja construção contou com a colaboração do seu silêncio.

Em tempos difíceis, de angústia, de insegurança, de sofrimento, de dúvidas e desconfianças ressalta a necessidade de um líder desassombrado, assumido de suas responsabilidades – passadas, atuais e futuras – que saiba colocar-se ao lado dos filhos da Pátria, os que sofrem as consequências do caos e que, no final das contas, terão que fazer o grande esforço pela recuperação da Mãe Gentil, vítima daqueles outros filhos que lhe adoram a própria morte!

Gen Bda Paulo Chagas

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Em tempos difíceis…

  1. Caro Gen. Paulo Chagas

    estes esquerdopatas estão apenas polarizando por intermédio de CUT e outros, manifestações ( como a de 6ª feira passada ) e convocando todos para uma greve geral. Poucos entendem a necessidade desta PEC !!!! é a única maneira de sinalizar um stop para esta parafernália que vivemos : caos econômico/social!!! Quase todos reclamam da “”falsa”‘ ditadura que tivemos…mas eu apoio e gostaria que voltássemos a um regime militar urgente…aliás…pelo que estão “”aprontando”” seria bem vindo!! Acredito que estes assaltos fantasiosos que estamos tendo, em bancos, empresas de transportes de valores e demais….simplesmente acabariam!!
    fraternal abraço
    adalberto

  2. Maria do Carmo F. Soares disse:

    Saudações a todos.

    Nobre General, compartilho suas preocupações quanto ao futuro do nosso Brasil. Parabéns.

  3. Laudares disse:

    Prezado General Paulo Chagas
    Assim como o senhor tem expressado em suas excelentes análises sobre a nossa conjuntura, eu estou convicto de que a batalha para recolocar o Brasil nos eixos está apenas começando. Tenho consciência da enorme luta e sofrimento que o país precisa enfrentar nessa lenta recuperação. Fosse o nosso problema apenas a necessária recuperação econômica e a punição dos crimes cometidos pelos líderes do país, eu diria que é muito difícil enfrentá-lo, mas, perfeitamente viável, já que está identificado.
    Porém, temos visto de forma cada vez mais clara que as instituições responsáveis por essa recuperação continuam absurdamente corrompidas, mesmo após a primeira limpeza. A mesma estrutura que nos ajudou na primeira batalha contra o núcleo de poder da quadrilha, se levanta contra as expectativas e esperanças do povo. Pior, continuam tendo o apoio dos principais líderes dos três poderes para intentarem contra o recomeço que este povo sofrido a tanto tempo aguarda. Instituições que, unidas contra a democracia e a justiça se tornam virtualmente inatingíveis. Além de tudo isso, ainda tem a massa de manobra das escolas, sindicatos e imprensa que se coloca à disposição dos gurus comunistas para, cegos e emburrecidos, confundirem e jogarem a população contra essas mesmas instituições, mas pelos motivos errados.
    O ambiente está muito confuso. Não podemos confiar em quase ninguém no legislativo, no executivo e nem no judiciário. A imprensa não tem isenção. Temo que esse ambiente de caos favoreça aos bandidos e comunistas de plantão. Por isso eu pergunto ao senhor, se realmente se concretizar o conluio do executivo com essas forças criminosas que tentam anular a Lava Jato, a quem mais essa população feita de boba, maltratada e enganada poderá recorrer nesse país? Qual seria o próximo passo daqueles que foram para as ruas como nós, de verde e amarelo, e como conscientizar uma população tão enganada e infantilizada a tanto tempo, sobre quem são os verdadeiros inimigos, quando se tem tantos inimigos?
    Um abraço General.

    • Este é o desafio, amigo, convencer os que ainda não se convenceram de que o socialismo é uma mentira. Julgo que as eleições de 2018, se o povo realmente aprendeu a lição, serão um marco importante nessa luta, que só terá fim quando desaparelharmos a imprensa, os sindicatos e, principalmente, as escolas públicas e as universidades, entre outras instituições que influenciam maleficamente a opinião pública. Obrigado pelo comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s