Lula da Silva, um “político criminoso” e não um “criminoso político”

Caros amigos

Lula da Silva e seus sequazes, perseguindo a impunidade do líder, apostam no acovardamento das instâncias inferiores e no acumpliciamento das altas cortes do judiciário e, para isso, contam com a ignorância, com a bonomia e com a boa quantidade de inocentes úteis ainda existentes no conjunto da sociedade, assim como com a extensa parcela de corruptos que ainda sobrevive sob o abrigo acolhedor do “foro privilegiado” à espera do precedente a ser criado pela pretensa inimputabilidade do “herói das massas”, o bem aventurado “pai dos pobres”.

Baseiam sua argumentação na surrada, mas ainda útil e vigente, estratégia do “politicamente correto”e contrapõem uma alegada vontade popular à lógica da justiça.

Tentam transformar em perseguição política a acusação e a condenação por enriquecimento ilícito através da prática do crime de corrupção e jogam todas as suas fichas na resposta negativa à pergunta básica: “Seria correto tirar da vida pública e colocar na cadeia um criminoso que é idolatrado por uma parte ainda significativa da sociedade?”

Absurdamente, querem fazer crer que é “politicamente incorreto” condenar os ídolos, sejam eles assassinos, corruptos, ladrões, estuprados ou o que for!

Para entender a alegação, basta substituir Lula por Virgulino Lampião, o “rei do cangaço”, o bandoleiro assassino do sertão nordestino que, na cabeça de boa parte do povo, foi um herói rebelado contra o coronelismo opressor, basta lembrar de Ernesto Che Guevara, um psicopata assassino, perdoado pela idolatria à sua imagem.

Para o bem do Brasil e das próximas gerações, é preciso que todos se convençam de que Lula é, de fato, um “político criminoso”, correta e justamente condenado pelo crime de corrupção, e não um “criminoso político” ideologicamente perseguido por crime de opinião!

Gen Bda Paulo Chagas

 

Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Lula da Silva, um “político criminoso” e não um “criminoso político”

  1. Luis disse:

    Sr. General, perfeitamente colocado. “Político criminoso” e não criminoso político. Apoiado por “politicamente corretos” que pretendem impor a idéia de que um líder mesmo criminoso, não deve ser condenado. Mais um conceito distorcido desta gente acostumada a inverter valores.
    Além de condenado, este político é réu em outras ações, faz campanha política antecipada frente a um TSE inerte. Ataca instituições e autoridades que o investigaram, acusaram e julgaram, num péssimo exemplo à população tão carente por educação. E finalmente, incita à desobediência civil, apoiado por entidades e companheiros conhecidos pela sua belicosidade e agressividade.
    A “jararaca” estava hibernando. Deixaram. Acordou com todo veneno. Continuaram deixando. Agora ela já pôs ovos. Estes descascaram. Os filhotes já estão crescendo e contaminando todo o ambiente… Êles perderam a vergonha pelo que fizeram com o País e ainda criaram coragem para atacar e tomar novamente o poder.
    E já prometeram que desta vez vai ser diferente.
    Agradeço a sua atenção por ler estas palavras de um idoso de 74 anos. Asp Of Turma CPOR/PA 1964.

  2. Almanakut Brasil disse:

    Lula perde ação de R$ 1 milhão contra PowerPoint de Deltan Dallagnol – 20/12/2017

    Além de perder a ação, Lula foi condenado a arcar com as custas processuais e terá de desembolsar R$ 100 mil referentes aos honorários da parte vencedora.

    http://paranaportal.uol.com.br/politica/lula-perde-acao-de-r-1-milhao-contra-powerpoint-de-deltan-dallagnol

    CABRA SABE QUE LULA É LADRÃO

    DAVINCCI LOURENÇO DE ALMEIDA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s