O ódio socialista às elites

Caros amigos

É fácil entender o verdadeiro significado de ELITE, basta voltar os olhos para as Forças Militares.

Uma tropa de elite é a que se destaca no conjunto das forças pelo preparo, pela determinação, pela coragem, pela disciplina, pela fé e pelo compromisso com a missão, pela competência, pela eficiência, pelo respeito à tradição criada pelos que, com seu esforço pessoal e coletivo e até com seu sangue, criaram a mística que faz dela a elite da força.

Ela existe em todos os agrupamentos sociais e funcionais e para fazer parte dela é preciso ter, basicamente, vontade, determinação, competência, honestidade e atenção às oportunidades.

O fato de exigir todas essas condições é que faz da elite algo não alcançável a todos.

Embora muitos queiram fazer parte dela, só os melhores entre os melhores conseguem chegar a integrá-la!

Muitos julgam que ser da elite significa apenas ter dinheiro, pertencer a um grupo destacado de pessoas e usufruir das “benesses” de ser especial, mas esquecem que para manter-se no topo é preciso preservar, praticar e aperfeiçoar os requisitos básicos da conquista mesmo que tenha sido herdada.

Isso parece injusto aos preguiçosos, aos invejosos e aos incompetentes, para os quais a justiça só é encontrada na igualdade absoluta, quando, de fato, a justiça é que deve ser absoluta.

Nas palavras do Gen Luiz Eduardo Rocha Paiva: “Um pobre com virtudes, se tiver um mínimo de oportunidades constroi um patrimônio. Um herdeiro de fortuna, se for incompetente, dilapida o patrimônio recebido”.

Nas causas da eclosão da Revolução Francesa vamos encontrar o desrespeito às condições de elite. Também o encontramos no desastre que a transformou em terror e em todas as trágicas conquistas socialistas dos últimos cem anos.

Lideranças políticas sem esses predicados conseguem, ao logo do tempo, mais cedo ou mais tarde, dilapidar o patrimônio público em nome da igualdade e, junto com ele, através da prática do poder sem respeito absoluto à justiça, até mesmo a liberdade!

Não é à toa que o discurso socialista despeja tanto ódio às verdadeiras elites!

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O ódio socialista às elites

  1. Mateus Faria Brito disse:

    Perfeito, texto maravilhoso de se ler várias vezes! Um exemplo de vida, belas palavras!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s