Circunstâncias e condicionantes para uma intervenção militar

Caros amigos

A Constituição Federal (CF), indevidamente elaborada por políticos e anistiados políticos, não eleitos para este fim, é essencialmente permissiva e pródiga em direitos.

Seu foco principal foi a criação de artifícios para proteger os  cidadãos, particularmente os próprios políticos, da força coercitiva do Estado e, objetivamente, a inibição de qualquer iniciativa semelhante a que, em 1964, frustrou a segunda tentativa de tomada do poder pelos comunistas.

Não vem ao caso, neste texto, analisar se assim foi feito para criar uma nova oportunidade para o golpe da extrema esquerda ou não, mas o fato é que criou e que estamos vendo e sofrendo as consequências de uma nova ameaça!

Dentre essas, ressalta o aumento exponencial da criminalidade, decorrente da ampliação das possibilidades de sair-se impune da prática de crimes e de contravenções, isto é, em meio aos caminhos desenfiados e às artimanhas protelatórias introduzidas nos processos  judiciais,  a prática criminosa passou a ser compensatória.

A melhor prova dessa afirmação são os escândalos de corrupção que, no momento, ameaçam a saúde econômica, política, social e moral da Nação.

Coerente com o foco estabelecido, em seu artigo 142, a CF/88 diz, claramente, que o emprego das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem deve ser fruto da iniciativa de um dos poderes da República e não dos próprios militares.

 É preciso, no entanto, ter em mente que o texto constitucional foi elaborado logo após o término dos governos militares, período em que a ação autoritária do governo se fez necessária para garantir a segurança pública e institucional, a ordem, o cumprimento das leis e a própria democracia, objetivos do movimento de 1964.

Os militares, buscando recuperar-se do desgaste sofrido no período, voluntariamente, alhearam-se do processo político. Atitude que se prolonga para além do exigido pela consolidação do prestígio e da confiança que nunca deixaram de merecer.

Em silêncio prolongado, deixam, no entanto, de atender à demanda da sociedade por referências e horizontes confiáveis que, devido à sua reconhecida formação moral e ao seu inquestionável comprometimento com a Pátria, seriam, no momento, as melhores fontes de orientação para o exercício da cidadania.

Esta carência tem induzido um grupo significativo de brasileiros a propugnar por sua volta ao poder através de uma intervenção cuja iniciativa, constitucionalmente, não lhes cabe, todavia, a lei da lógica torna lícito inferir que o DEVER patriótico sobrepõe-se a qualquer outro QUANDO e SE o nível de deturpação da ordem chegar a ameaçar a SEGURANÇA DA PÁTRIA.

Neste caso, todo o espectro de danos causados por uma “intervenção militar” apequena-se diante do mal maior causado pela incúria, pela incompetência ou pela falsidade de propósitos dos homens e das mulheres escolhidos para defender o interesse, o patrimônio e o futuro da Nação.

O acompanhamento cerrado e circunstanciado da conjuntura e dos atos e fatos ocorridos dentro e fora do País e a precisão do momento e da real necessidade de uma “intervenção militar” ao arrepio do espírito da constituição é, portanto, dever adicional de quem tem sobre seus ombros a responsabilidade pela DEFESA DA PÁTRIA.

A minha formação, o meu conhecimento dos  Soldados e de seus Comandantes e a confiança daí decorrente permite-me tranquilizar diante da ocorrência dessas circunstâncias e condicionantes!

Gen Bda Paulo Chagas

Anúncios
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.

42 respostas para Circunstâncias e condicionantes para uma intervenção militar

  1. Maria Brasil disse:

    CONVIDO A TODOS ESCUTAREM ESTE VÍDEO E VEM EXATAMENTE AO ENCONTRO QUE O NOSSO GENERAL PAULO CHAGAS ACABOU DE ESCREVER ACIMA…. (COINCIDÊNCIAS NÃO SÃO AO ACASO…) CREIO QUE O COSMOS CONSPIRA PARA SALVAR O BRASIL DO COMUNISMO, SENHORES…INTERVENÇÃO MILITAR NÃO É E NUNCA FOI GOLPE!!!….GOLPE OU DITADURA É PALAVRAS NA BOCA DE COMUNISTAS….QUE QUEREM O PODER FAZENDO LAVAGEM CEREBRAL (ATRAVÉS DA MÍDIA COMPRADA E PROSTITUÍDA E NAS ESCOLAS) NA CABEÇA DAS PESSOAS INGÊNUAS AO LONGO DOS TEMPOS DISTORCENDO A REALIDADE…. DITADURA E GOLPE É O QUE ESTAMOS SOFRENDO HOJE!!!!..A INTERVENÇÃO MILITAR AGORA A CADA SEGUNDO SE TORNA MAIS E MAIS NECESSÁRIA!!!….MILITARES NÃO SÃO TORTURADORES…MILITARES NÃO SÃO DITADORES…MILITARES NUNCA E JAMAIS SERÃO GOLPISTAS….OS SENHORES NUNCA VIRAM EX PRESIDENTES MILITARES VIRAREM MILIONÁRIOS BEM DIFERENTE DESTES CIVIS QUE ASSIM O FIZERAM DESCARADAMENTE. GENERAL PAULO CHAGAS…CONTE COM NOSSO PLENO APOIO QUANTO A INTERVENÇÃO MILITAR!!!!

    • Obrigado, Maria. É importante que todos saibam que as FFAA nunca serão bolivarianas e que sempre estarão ao lado da liberdade, nunca serão socialistas. Esta hipótese não existe. O partido dos militares é o BRASIL!!
      Simples assim…

    • Cristina de Jesus Tamashiro disse:

      Amiga quero muito acreditar que não seremos mais afrontados por esta corja, estamos reféns deles e que podemos contar com a nossa gloriosa FFAA mais uma vez.

  2. Maria Brasil disse:

    GENERAL PAULO CHAGAS….VEJA ESTE VÍDEO….E ENTRE VOCÊS GENERAIS DAS FORÇAS ARMADAS REFLITAM…MAS REFLITAM MESMO!!!!…..CONTEM COM NOSSO PLENO APOIO QUANDO DA INTERVENÇÃO MILITAR NESTE BRASIL!!!!

    • Cara Maria, este senhor é um patriota, sem dúvida, mas, infelizmente, desconhece as Forças Armadas do Brasil…

      • Prezado General Paulo Chagas, por favor, qual parte este senhor desconhece as Forças Armadas? Seria quando ele fala que os FFAA´s precisam tomar uma posição e escolher um lado? Eu, creio do fundo da minha alma, que as FFAA´s estão apenas esperando o momento ideal para agir com sua habitual precisão e eficiência e desta forma, milhões de Brasileiros assim esperam e que este lado sempre esteve escolhido, o nosso.
        A Palavra do Nosso Deus nos diz que o povo precisa ver a Glória (o Agir) de Deus para que não se corrompa e eu digo, guardando as devidas proporções, que nós precisamos de sinais das FFA´s para continuar acreditando. Além da minha esperança em vocês, também procuro seguir a lógica e a probabilidade que sempre nos deram. jamais nossas FFAA´s foram coniventes e/ou lenientes com a comunismo e desta forma creio que jamais serão.
        Prezado General, além do agradecimento que lhe faço por seus magníficos serviços prestados á esta Nação, asseguro-lhe que esta mesma Nação É E SEMPRE SERÁ EM FAVOR DE SUAS FORÇAS ARMADAS, PARA QUEM JUROU PERANTE A NOSSA BANDEIRA QUE A GUARDARIA DE TODA E QUALQUER AMEAÇA A NOSSA SEGURANÇA E SOBERANIA.
        Entendemos que por décadas muitos de nós, ingenuamente complacentes, foram levados a a crer que em 1964 fomos vítimas de um Golpe de Estado, quando na verdade fomos libertos dele. As Forças Armadas não pagam caro para o seu povo, mas paga caro para aqueles que, como em 64, tentam por mais uma vez usurpar o Brasil para si. Esta Nação não os condena, muito ao contrário e neste momento de forma mais latente, os felicita e os agradece por todo o seu feito, seja dentro, seja fora desta nação, como na 2ª Guerra.
        O Brasil espera ansiosa e pacientemente por seus cavaleiros com botões dourados. SELVA!!

  3. Marcos Tavares disse:

    Nunca li tanta asneira em toda a minha vida. A derrocada da criminalidade é culpa do governo militar com sua conduta irreponsável e autoritária levou o país a condições de pobreza extrema com a favelização das cidades e o enriquecimento de meia-dúzia de gatos pingados, inclusive os mais corruptos da recente história brasileira. Basta lembrar que Paulo Maluf, Antonio Carlos Magalhães, Jorge Borhausen, Espiridião Amin, Magalhães Pinto, etc, são filhotes dos generais, os incorruptíveis….Faça-me o favor!!!! Tá na hora do pijama!!!!

    • Caro Marcos, já estou de pijamas há muito tempo, mas os meus pijamas são verde oliva e eu aproveito o tempo livre para saber um pouco mais, não muito, sobre as verdades históricas. Não sei a sua idade, nem a sua atividade profissional, mas você, como todos os brasileiros, merece ser melhor informado. Não hesite, pesquise com honestidade, leia com atenção o que pesquisa e o que lê por acaso, como o texto que comenta, lhe fará bem.
      Obrigado pelo comentário, foi muito bom poder orientá-lo!
      Abraço
      PChagas

    • NIVALDO DE AGUIAR E SILVA disse:

      Com certeza o Sr., Marcos Tavares é do PT e deve trabalhar na petrobras, para que mudar não é Sr., Marcos.

  4. Marcelo disse:

    Estão dizendo que os militares brasileiros estão queimando o filme, e que se continuar assim, veremos bombardeiros B-2 sobrevoando as nossas cidades.

  5. Marco Antonio Björn disse:

    Todo cidadão civil comum, atento ao que acontece e tem sido notícia, tem a sensação de já ter ocorrido circunstancias e condicionantes suficientes que justifica manifestação das Forças Armadas no sentido da intervenção militar, mas é bastante verdade que a precisão do momento e a real necessidade dessa manifestação é de difícil compreenção ao cidadão cívil comum, contudo no decorrer dos últimos dias esse sentimento é crescente.
    Que aconteça logo!

    • Prezado Amigo Marco. A sua sensação é comum em todos nós e a respeito como vinda de mim mesmo. Contudo, como você sabiamente menciona, “mas é bastante verdade que a precisão do momento e a real necessidade dessa manifestação é de difícil compreensão ao cidadão civil comum”, ainda não chegou este momento. E ainda como você mais uma vez sabiamente nos diz, é necessário que esse mover seja seguro, preciso e ÚNICO! Não haverá tempo e nem espaço para outra tentativa. As FFAA´s não podem dar-se o direito de tentar, tem que conseguir. Eles vão agir! No momento certo, vão agir! Forte abraço. SELVA!!

  6. Robson Merola de Campos disse:

    Prezado General Paulo Chagas,
    Como Advogado sempre afirmei que a Constituição Federal de 1988 foi feita com os olhos sobre o passado, e não voltados para o futuro. Percebo que também essa é a sua visão. Muito se tem dito sobre uma possível “intervenção militar” no Brasil. Contra e a favor. Já externei aqui a minha opinião sobre tal assunto. Porém, lendo seu artigo gostaria de tecer um simples comentário, até porque afeto à minha área de atuação atual. Nosso modelo constitucional se por um lado privilegia a figura do Presidente da República concentrando poder em suas mãos, por outro, o coloca à mercê do Congresso.
    Quem poderia contrabalançar tal disputa de força seria o Judiciário. Ocorre, entretanto, que nos moldes atuais, o Judiciário – aqui me referindo ao Supremo Tribunal Federal – passa a ser controlado diretamente pelo Executivo. Vide a suspeitíssima mudança de turma do Ministro Dias Toffoli para integrar e presidir o julgamento do já famoso processo da Lava Jato. Fato é que todas as ações judiciais de matéria constitucional, bem como as afetas ao Presidente da República, serão julgados pelo Supremo, que até o próximo ano contará com dez dos onze ministros indicados por Presidentes do Partido dos Trabalhadores. Todos estariam comprometidos com o projeto político/ideológico dos atuais ocupantes do Palácio do Planalto? Talvez sim, talvez não. Porém, à toda evidência, são suspeitos, nos exatos termos do Código de Processo Civil, art. 135. Essa indicação dos Ministros do Supremo Tribunal Federal pelo(a) Presidente da República é um exemplo de uma norma constitucional legalmente imposta, porém, cuja moralidade ou ética é possível de ser colocada em dúvida. Resumindo: não importa o que o(s) governo(s) petistas faça(m): eles sempre poderão contar com a benevolência de julgadores camaradas… Basta ver-se que durante o julgamento da Ação Penal 470 a própria lei foi alterada (ver Código Penal, art. 288, alterado pela Lei 12.850/2013), e os Ministros que praticamente atuaram como advogados de defesa dos denunciados eram todos do bloco petista. Inclusive, e com destaque, Dias Toffoli.
    A continuar o atual estado de coisas, com a concentração cada vez maior de poderes nas mãos dos petistas e o aparelhamento do Estado, a omissão de todos nós, poderá ser tão ou mais perigosa do que a ação.

    • Concordo, Dr Robson, esta é, para mim, a maior vulnerabilidade do sistema. O advento da reeleição criou esta possibilidade, muito bem explorada pelo PT, já que, por suas raízes, a lei sempre lhe foi empecilho aos projetos de poder que, hoje, afloram como tumores da administração pública. O alargamento da possibilidade de permanecer no poder por 4 mandatos, possibilitou, também, o desvirtuamento do regime de três para dois poderes.
      A mesma estratégia foi empregada na Venezuela, onde o executivo dominou o legislativo. O domínio do judiciário foi só uma questão de tempo!
      No Brasil, o caos econômico e moral, inevitável nos regimes socialistas, antecipou-se ao processo e começa a abrir os olhos da sociedade. O legislativo, por diversas razões, algumas nobres, outras nem tanto, está reagindo. Como a nomeação dos Ministros do STF depende de aprovação do Senado, há a possibilidade de que o plano não se concretize. Temos que colocar este tema nas bocas das ruas já no próximo dia 12 de abril, para que os Senadores se apercebam de que a sociedade está alerta para esta manobra.
      Obrigado pelo comentário.

      • NIVALDO DE AGUIAR E SILVA disse:

        QUANDO A REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, TORNOU-SE VÍTIMA DA CORRUPÇÃO DOS PARTIDOS, DISTORCEU A FINALIDADE DOS RECURSOS PÚBLICOS PARA ENRIQUECER LADRÕES, PROTEGEU BANDIDOS AO INVÉS DE PROTEGER OS CIDADÃOS HONESTOS, QUANDO A IMPRENSA TORNOU-SE DEFENSORA DOS DIREITOS HUMANOS DOS CRIMINOSOS E NÃO DAS VÍTIMAS, QUANDO O LEGISLATIVO, JUDICIÁRIO E EXECUTIVO É COMPLACENTE COM OS CRIMINOSOS, QUANDO UM PAIS PAGA INDIGNAMENTE UM POLICIAL E DÁ O BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO A UM PRESO, ESTAMOS NO FIM.

        PRECISAMOS URGENTEMENTE DERRUBAR TODO O SISTEMA PODRE QUE EXISTE NO BRASIL, RECONSTRUIR UMA NAÇÃO COM DIGNIDADE E HONESTIDADE, SE PERPETRARMOS NA OMISSÃO CHEGARÁ A HORA EM QUE NÃO HAVERÁ SOLUÇÃO PACÍFICA, NESTA HORA ESTAREI LUTANDO AO LADO DOS MILITARES COM ORGULHO,

        VAMOS ACABAR COM PODRIDÃO, VAMOS TORMAR UMA DECISÃO, VAMOS LIBERTAR NOSSO PAIS.

  7. Luis Augusto disse:

    Eu tambem como reservista estou pronto. Caro Gen, sei do seu esforço para com a corporação forças armadas, mas que o sujeito aí video disse algumas verdades, isso temos que reconhecer.
    Veja, a NTN24 pôr ser toda em lingua espanhola, e em suas reportagens 100% das noticias não se referiam ao Brasil, mas hoje acompanhando o programa La tarde, 2 reportagens sérias e duras, e uma entrevista com Paulo di Vicensa, falando exatamente o exposto no video acima.
    Não fiquei preocupado,mesmo com a gravata, me preocupei com o conteudo.

  8. Guilherme B. disse:

    General, pelo tudo que tenho estudado nos últimos dez anos acerca da esquerda e de sua atuação na AL e Brasil (dentre os autores que estudei se encontra o Gen. Avellar Coutinho, cujo primeiro livro que li foi “A Revolução Gramscista No Ocidente”, seguido por “Cadernos da Liberdade”), tenho sinceras dúvidas quanto a haver outra solução para o problema da “venezuelização” do País que não aquela de 1964. Aliás, considero o momento presente como ainda mais crítico, uma vez que se percebe haver um aparelhamento generalizado não só – obviamente – dos Poderes Legislativo e Judiciário, mas também de todo o serviço público, da imprensa e do sistema educacional. Deste último, a propósito, posso dizer, com propriedade, que se não for expurgado de alto a baixo, nenhuma solução – seja pela via da normalidade ou da exceção – será duradoura. Há, pelo menos, trinta anos a juventude tem sido doutrinada pela esquerda que tomou as Universidades, de modo que o ambiente acadêmico brasileiro se tornou um centro de reprodução subversiva cujos efeitos se prolongam ao Ensino Médio, notadamente entre professores de Ciências Sociais e Humanas, embora não com exclusividade.

    A situação é grave sob qualquer ângulo que a observemos, mas suas palavras, General Chagas [“É importante que todos saibam que as FFAA nunca serão bolivarianas e que sempre estarão ao lado da liberdade, nunca serão socialistas. Esta hipótese não existe.”], eu as tomo com confiança.
    E, se serve acrescentar – para tantos compatriotas aflitos e quase desesperados -, de amigos e familiares [ativos e reservistas] tenho ouvido não diferentes colocações. Talvez, o que precise ficar mais claro não é que as FFAA estão com o povo, mas que o povo está com as FFAA.

    S.’.F.’.U.’.
    Guilherme B.

  9. Marcus disse:

    Gen sei com certeza,que na hora certa, a FFAA vai agir e não vão deixar o comunista fazer o que bem quer! Acredito que não vai demorar muito ! Abraços !

  10. Lucio Delgado disse:

    Caro General Paulo Chagas;

    Tenho acompanhado alguns comentários de um dos mais brilhantes militares brasileiros, o Coronel Gélio Fregapani, e fiquei preocupado com o que está acontecendo na Amazônia, principalmente relativo a demarcação de terras indígenas e a atuação de “Ongs” internacionais em solo brasileiro.Caso a convenção 169 da OIT e o estatuto dos povos tribais seja aprovado pelo Congresso, qual será a reação das FFAA e o que isso representaria para a segurança de nossa soberania?

    • Caro Lúcio, é, de fato, uma ameaça, mas não me atrevo a sugerir a reação das FFAA. Com certeza terão que ser consultadas antes que o fato se consuma e não acredito que o parecer delas seja desconsiderado, particularmente por ser o Gen Villas Bôas um dos maiores especialista brasileiros em problemas amazônicos.

  11. Aparecida Donizeti de Oliveira disse:

    Boa tarde,General! Temos feito muitas preces!Nossas ações,manifestações,energia em movimento para o Bem e pelo Bem,vão se espalhando e tenho fé que o povo vá se curando e enxergando a realidade! Já está sim havendo uma transformação,percebemos isso nas redes sociais! Grata,senhor.Abraço.

  12. Terezinha Silva disse:

    Sr. Gen. C. Chagas, ontem me recebi um texto presumidamente de sua autoria, porém não o encontro aqui. Estou com dificuldade de postar aqui, mas está no Facebook. O texto fala da visita da presidente ao mst sexta-feira passada, intervenção, e finaliza com uma mensagem que seria de não morrer pela Pátria e sim matar por Ela.

  13. Francisco Machado disse:

    Concordo com seu texto, quando afirma que “A Constituição Federal (CF), indevidamente elaborada por políticos e anistiados políticos, não eleitos para este fim, é essencialmente permissiva e pródiga em direitos”.
    De fato, apelidada por Ulysses Guimarães de “Constituição Cidadã”, a Carta de 1988 contempla inúmeros direitos que deveriam ser objeto de leis ordinárias.
    Base do arcabouço jurídico do Estado Brasileiro, penso que a constituição deveria se limitar aos aspectos fundamentais de sua organização, deixando para as leis ordinárias os direitos individuais ou coletivos da sociedade.
    Quanto a intervenção militar, foco principal de seu artigo, não se pode esperar, caro General, que a intervenção se dê por iniciativa de qualquer dos poderes constituídos, nos termos do citado artigo 142 da CF, em sua interpretação restritiva.
    Se houver intervenção, que ela se faça em defesa da Pátria (primeira parte do mencionado dispositivo constitucional), seja em consequência de invasão de forças estrangeiras, seja em razão de risco interno de quebra da Democracia e do Estado de Direito, indisfarçavelmente ameaçados por movimentos clandestinos, como o MST, com a omissão, senão conivência, dos governos petistas, como é público e notório. Este risco latente é apenas um dos motivos, pois razões para a intervenção não faltam. Ao contrário abundam.
    Francisco Machado

  14. Daniel MM disse:

    Lendo todos os comentários, conclui-se que estamos órfãos. Quando a intervenção vier, talvez seja tarde demais. Queremos a frota americana aqui no atlântico e uma guerra sangrenta para que esse (filhotes da ditadura) todos ladrões que sustentam o PT morram juntamente com essa cambada de ladrões, e que todas devolvam os recursos roubados, inclua-se o judiciário!

    • Caro Daniel, se você confia mais nos americanos do que em nós mesmos, brasileiros, tem mesmo que querer uma “intervenção” deles, no entanto, o Brasil não precisa, como nunca precisou, de qualquer força ou ação “exógena” para resolver seus problemas e divergências políticas ou ideológicas. Em que pese às legítimas motivações dos patrícios que depositam suas esperanças em “apoios” como este, eu e, com certeza, a imensa maioria dos Brasileiros ombreiam com David Canabarro que, durante a Revolução Farropilha, respondendo, mediante ofício, à oferta de apoio de Juan Manuel Rosas, da Argentina, escreveu: “Senhor o primeiro de vossos soldados que transpuser a fronteira, fornecerá o sangue com que assinaremos a paz com os imperiais. Acima de nosso amor à República está nosso brio de Brasileiros”.
      Esta terra tem dono!

      • Prezado General, em referência ao post anterior em que me refiro ao senhor, creio não mais haver necessidade de respostas. Ela já me veio quando o senhor nos diz: Esta terra tem dono!
        Obrigado pelos sinais claros, são mais que suficientes. Forte abraço. SELVA!

  15. Cláudio Fagundes disse:

    Caro General,
    as manifestações que circulam nas redes sociais, nos clubes militares e entre os oficiais da reserva tem levado a quadrilha que nos governa e, de um modo geral, a própria imprensa a se preocuparem e reagirem rápido à hipótese de uma eventual “intervenção militar”. Essas manifestações somadas a essa reflexão que o senhor fez neste seu último texto, me fazem lembrar mais uma vez de um outro texto de sua autoria. Aquele que compara as FFAA a um leão que vigia o jardim.

    Assim como o senhor, também afirmo que minha esperança é a de que não seja necessária essa intervenção, pelos riscos e perdas que ela certamente irá impor a toda a nação. Mas por outro lado, a constatação de que o leão pode estar se levantando e começando a rugir, informando que está bem vivo e disposto a zelar pelo jardim, me alivia.

    O simples fato do transgressor enxergar o destemido oponente que o impedirá de executar sua maior transgressão, poderá levá-lo a recuar e se acautelar, dando a oportunidade aos proprietários do jardim de perceberem sua presença em local impróprio e suas reais intensões, agindo antes que seja tarde. Do contrário, se o transgressor ainda assim colocar em risco o jardim, verá que o leão não sabe apenas rugir.

    Deus abençoe nosso jardim, seu povo e todos aqueles que zelam por eles.
    Um abraço,
    Cláudio

  16. Li,com certa tristeza,não muita surpresa, que o senador Aécio Neves recebia 100 mil dólares mensalmente de propina da Petrobrás etc.Nem vi o vídeo onde o doleiro Youssef faz essa declaração…Senti meu estômago embrulhar,senhor.Por isso ele tem estado um tanto afastado do povo.Está difícil de confiar em alguém! Estava relendo sobre a Revolução de 1930.É como o senhor me disse: eles não desistem,precisamos aprender ou continuaremos repetindo essa lição.
    E a imprensa? Nossa! Não concordo com todas as análises do prof.Olavo de Carvalho,mas admito que ele tem tido uma visão crítica e analítica do nosso momento político muito boa! O senhor leu o que ele comentou sobre a imprensa e a nossa manifestação do dia 15 último? Todos os milhões espalhados por esse Brasil gritavam ” fora Dilma!” “fora PT”, ” A NOSSA BANDEIRA JAMAIS SERÁ VERMELHA!!” e,no entanto, ninguém da imprensa publicou que nós,brasileiros, NÃO QUEREMOS O SOCIALISMO! NÃO QUEREMOS UM GOLPE DA ESQUERDA! Isso,sem contar as faixas pedindo Intervenção Militar.Entretanto,como o senhor nos disse outro dia: O povo nunca está sozinho! Boa semana,General! 🙂

  17. Gino Pavan Neto disse:

    Gen Paulo Chagas, sou um Brasileiro com “B” maiúsculo, como e sr. e outras pessoas que aqui escrevem. Não ser repetitivo mas precisamos que a FFAA ajude e oriente a população no sentido de conseguirmos a limpeza ética e moral que o Brasil necessita para voltar a ser uma nação de fato – verde, amarela, azul e branca. Parando com as filosofias estou lendo, nos últimos tempos, que o barril de petróleo esta caindo a cada dia, com previsão de chegar a US$ 20,00. Esta manobra bem articulada entre os USA e a comunidade árabe diminui em muito o poder financeiro da Russia, Venezuela e Brasil. A China esta socorrendo financeiramente a Russia tendo como consequência a perda do poder comunista – sem dinheiro, sem poder. Mas, ultimamente, estou com uma coceira constante no dedo indicador da mão direita para apertar uns gatilhos, que o senhor não sabe !!! General, estamos juntos para libertar o Brasil. Foi um prazer em conversar com o senhor.

  18. Fernando de Castro disse:

    Caro General Paulo Chagas,

    O que poderia fazer as FFAA esperarem para agir, uma vez que a nação esta visivelmente em um total desgoverno, corrupção generalizada em todos os escalões do governo federal, estadual e municipal, as instituições desmoralizadas, vendidas e aparelhadas, o povo não tem mais em quem confiar, são diariamente roubados, enganados, iludidos na esperança de uma melhora, um país decente para as gerações futuras, porque essa atual geração não vê essa possibilidade para o presente, o que podemos esperar das nossas FFAA?

    Um Abraço!

    • Na minha opinião, a Sociedade está reagindo sem precisar do concurso das FFAA, o que é muito melhor do que a tutela armada, vc não acha?

      • Fernando de Castro disse:

        O povo brasileiro demonstra estar reagindo, mas infelizmente parece que não esta sendo suficiente para uma verdadeira mudança, uma vez que notadamente os políticos, e a própria mídia não dá a devida importância para as manifestações, ignoram os protestos, por outro lado o povo esboça essa reação tardia até, mas de grande importância para o país, esperamos que não termine como aqueles durante a copa, que como vimos, terminou em nada, mas quando me refiro as FFAA, falo sobre essas ameaças que partem do Lula, Stédile e outros mais que vemos, tomará que se houver realmente a necessidade de uma ação dos militares não seja tardia…

  19. Raquel Horacio disse:

    A parcela do povo brasileiro que trabalha até a exaustão está cansada de ter corroído os seus parcos ganhos em tributos, vendo que os mesmos são utilizados para alimentar a corrupção e o paternalismo irresponsável. A situação está caótica, e só tende a piorar com esta pseudo democracia, que só favoreceu aos desonestos. O momento é desesperador, o Brasil precisa ser novamente governado pelos militares, para que os nossos filhos possam viver em um país melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s